Na semana passada escrevi a primeira parte deste artigo. Se não leu, pode clicar aqui e ler. Dando continuidade, hoje apresento os outros cinco tipos de manipuladores e como deve lidar com eles.

6 – Manipulador que não trata as pessoas pelo nome (dá-lhe sempre uma alcunha má [apelido em BR])

Característica: Este tipo de pessoa não tem o menor respeito pelos outros. Para ele não existe o João, mas sim o “marreco”; não existe a Maria, mas sim a “quatro olhos”; não existe a Cristina, mas sim a “gorda”, não existe o Pedro, mas sim o “puto mimado”. Sempre que cruzar com este manipulador, por exemplo num ambiente público, ele não mede as palavras e lá do fundo da sala grita a sua alcunha com o mais puro intuito de denegrir e diminuir a sua imagem perante os outros.

Como lidar com ele: Nunca ignorar e aceitar isso como se não fosse consigo. Também não deve retribuir na mesma moeda. A melhor forma de o obrigar a respeita-lo é chegando perto dele e num tom calmo e directo dizer: “Acredito que não compreendi bem como me chamou, mas repito-lhe bem devagar novamente o meu nome “Pedro Santos” e por favor, da próxima vez que quiser falar comigo, agradeço que me chame pelo meu nome.”.

7 – Manipulador difamador

Característica: É tipicamente a pessoa que quando não consegue que os outros o respeitem, começa a espalhar boatos difamatórios na empresa garantindo que todos os outros colaboradores olhem para si da forma como ele quer e não da forma como você é. É na minha opinião o pior tipo de manipulador pois ele tenta um tudo por tudo derrubar a reputação das pessoas que não gosta. Outra técnica que este manipulador usa é colocar equipas uma contra a outra usando a técnica da difamação.

Como lidar com ele: A única forma de lidar e eliminar este tipo de manipulador é com a confrontação directa, ou seja, reunir as pessoas que ele difamou e questionar de forma clara, qual foi a razão ou motivo pelo qual ele disse o que disse. Normalmente ele vai mentir e dizer que não foi ele quem disse, mas algo que ele “escutou” de outras pessoas. Cuidado com este truque.

8 – Manipulador denegridor

Característica: Para ganhar a confiança do novo chefe ou de um novo colega este manipulador começa a falar mal do antecessor que ocupou o lugar. Poderá ser confundido com um bajulador, mas o que ele quer é ganhar a sua confiança para assim que puder, aplicar a técnica do manipulador tipo 6 ou tipo 7.

Como lidar com ele: Imediatamente terminar a conversa e dizer que está muito ocupado com o trabalho. Tente educadamente sair da conversa sem que possa ser interpretado como arrogante.

9 – Manipulador com piadas agressivas

Característica: Este manipulador é um verdadeiro crápula. Adora fazer piadas de mau gosto do tipo: “Onde compraste esta roupa também havia para homens?” ou então “Porque veio para o trabalho com a roupa que usou no casamento do seu avô?”. Como pode ler, todas as piadas tem um carácter ofensivo e de denegrir a pessoa alvo. Quando confrontado, vem sempre com a resposta pronta “Estava a brincar, não precisa ficar ofendido!”.

Como lidar com ele: Nunca pagar com a mesma moeda, ou seja, não responder à piada com outra piada. Olhe seriamente nos olhos do manipulador e deixe ele perceber claramente que não gostou da brincadeira. Depois calmamente diga-lhe que a brincadeira não é para ali chamada e que estão ali para tratar de questões do trabalho. Se ele quer brincar que vá para casa e brinque com os filhos. Ali é lugar para trabalhar e não um palco para palhaçadas.

10 Manipulador Triangulador ou locutor de rádio alcatifa

Característica: A primeira vista até pode considerar que ele seja seu amigo por estar a lhe contar “um segredo”, mas não é assim. Normalmente começa a conversa com “Olha, vou lhe contar uma coisa que ouvi dizerem. Sabe o que fulano anda por aí a dizer de si?”. Isso faz com que pense que ele quer ajudar, mas na verdade até mesmo a outra pessoa, o tal “fulano” é também uma vítima de manipulação psicológica. Tenha muito cuidado com este tipo de manipulador. Ele é um doente mental.

Como lidar com ele: Ouvir o que ele disser, agradecer e virar as costas. Ignore tudo pois o que ele quer é colocar todos contra todos onde, ele, no final fica a reinar. Siga a sua vida como se nada tivesse acontecido. A probabilidade do que ele disse ser verdade é quase nula.

Obrigado por me acompanhar nesta leitura.

Conclusão final

Termino com uma simples pergunta: “Conhece pessoas que são assim? Este artigo lhe ajudou a ficar mais preparado para lidar com elas?

Se não sabe como fazer isso, por que não experienciar como o Coaching pode ajudar? Marque uma sessão Gratuita de Coaching comigo para avaliarmos como poderei trabalhar consigo?

Siga o Venda Melhor nologo_b

Muito obrigado por ler o meu artigo. Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu alguma coisa, imagine o que poderá beneficiar se me contratar como Coach?

Se ainda tem dúvida como poderá funcionar consigo, solicite a sua sessão de 30 minutos gratuita, tenho a certeza que depois de conversarmos, vai reconhecer o quanto isso é necessário.

Conheça as condições e o como funciona a minha Fórmula que muda a forma de vender.
Pense nisso!

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Se gostou do Artigo deixe o seu comentário:
Clique em ->

Wilques Erlacher

ACC Coach Credenciado pela ICF. Especializado em Coach de Desenvolvimento & Transformacional e Director de Vendas na Saphety (empresa do Grupo Sonae). Há mais de 20 anos que trabalho em funções relacionadas com Marketing, Vendas Corporativas, Desenvolvimento de Negócios, Gestão de Clientes, Formação, Mentoria e Consultoria em Vendas. Fui Presidente da Direcção na OV-APPV Associação Portuguesa dos Profissionais de Vendas e trabalhei na Petrogal (actualmente Galp Energia), na Agência Reuters Portugal, na Bull Portuguesa, na Novis Telecom e Mainroad (grupo Sonaecom). Sou keynote speaker, formador e mentor de equipas de vendas, desenvolvi e pratico a metodologia "Venda Melhor – A Fórmula que muda a forma de ser". Trabalho como Coach no desenvolvimento de profissionais em clientes empresarias em Portugal, Colômbia, Brasil, Espanha, França, Itália, Quénia e Cazaquistão. Acredito que há um potencial a ser trabalhado em cada um dos meus clientes, de forma única. O meu lema é “Coaching: It’s all about execution!” Quer falar comigo sobre como ser melhor profissional? email: we@wilqueserlacher.com Skype: w.erlacher telefone: +351 932 558 558