Aprender com os melhores – segunda parte

by

1274694038_95728827_1-Pictures-of-life-coaching-and-mentoring-1274694038Em agosto passado escrevi este artigo “Aprender com os melhores dá sempre bons resultados” onde partilhei uma série de boas dicas para conseguir melhorar a sua capacidade de vendedor. Hoje lhe trago a segunda parte com mais uma boa quantidade de excelentes dicas e ensinamentos. Espero que estas dicas possam ajudá-lo a ganhar mais clientes e negócios no ano de 2014. As dicas que vou partilhar consigo dizem respeito a quem está a lançar o seu próprio negócio e que precisa encontrar clientes. Na minha opinião, estas dicas podem (e devem) ser usadas independentemente do estágio da sua empresa. Elas são muito úteis e aplicáveis.

Não tenha medo de fazer permuta com os seus clientes – Laura Posey

Se tem um cliente que tem um serviço ou produto que lhe interessa, não tenha receio de se aproximar dele e lhe propor fazer uma proposta de permuta e trabalharem em conjunto.

O seu produto deve estar pronto a ser consignado – Ted Scofield

Você levou meses a pensar na conceção do seu produto e agora sai para a rua a bater em todas as portas dos potenciais clientes e não está a ter o sucesso que esperava ter, tudo porque o que você quer é que eles comprem o seu produto, mesmo sem saber se ele vai ter boa saída nas suas lojas. Porque não tentar por o seu produto nas lojas dos seus potenciais clientes em regime de consignação? Poderá não ter o dinheiro no momento inicial, mas a médio prazo, se o seu produto é realmente bom, o retorno é garantido para os dois.

Venda a sua experiencia e expertise em resolver problemas – Jeff Roy

O que um cliente quer de um vendedor é que ele veja muito mais além do que a simples venda de um produto ou serviço. O cliente quer que você seja “O Tal” que sabe resolver problemas. Para que isso aconteça você deve:

1. Identificar qual ou quais os problemas que que o seu produto ou serviço resolvem;
2. Documentar a sua metodologia
3. Identificar quem são as pessoas dentro da sua empresa mais experientes;
4. Venda estas pessoas e os produtos ou serviços como um Valor Agregado;

Nunca diga ao seu cliente que ele é o primeiro a comprar o que vende – Martine Groeneveld

Existem pessoas que não gostam de ser o primeiro cliente. Apresente-se aos seus clientes como alguém muito experiente no seu campo de trabalho e faça acontecer.

Pense fora da caixa – Brigitte Thompson

Quando ela iniciou a sua própria empresa, ela começou a procurar nos jornais quem estava a contratar pessoas para executar o mesmo tipo de serviço que ela vendia. Ela procurou as empresas que anunciavam e convenceu alguns deles que era melhor contratar uma empresa independente do que ter um funcionário. Algumas empresas aceitaram o desafio e hoje tem uma extensa carteira de clientes.

Diga a toda a gente o que você sabe fazer – Bryce Whitty

Quando pensar em lançar o seu próprio negócio diga a toda a gente que conhece que está a lançar uma nova empresa e que tipo de serviço vai prestar ao mercado. Provavelmente algumas destas pessoas serão ou conhecerão alguém que precise de contratar os seus serviços.

Ofereça os seus serviços aos amigos – Matt Haines

Ofereça os seus serviços gratuitamente aos seus amigos e vizinhos mais próximos, mas durante a negociação assegure que eles possam vir a tornar-se um futuro cliente a repetir a compra. Quando estamos a criar a nossa carteira de clientes, precisamos garantir que os primeiros estejam satisfeitos. Esta pessoa quando lançou o seu negócio de fotografia, ofereceu uma sessão fotográfica as famílias de todos os amigos de escola do filho. Muitos publicitaram o excelente trabalho realizado e sugeriram ou voltaram a comprar novas sessões fotográficas

Transforme a “fome” em entusiasmo – Crystal Brown-Tatum

Sempre que alguém inicia um negócio, tem uma grande necessidade de conseguir o seu primeiro cliente. Quando for a uma reunião para conseguir um potencial negócio, transforme esta “fome” em entusiasmo e demonstre que é a opção certa para executar o trabalho. Quando você demonstra entusiasmo, as pessoas a volta ficam contagiadas e desejosas de trabalhar consigo.

Comece a fazer marketing muito cedo – Matt Heinz

Independentemente do que for vender, a confiança deverá ser construída com base na sua proactividade e atividade de networking e marketing o mais cedo possível. No momento que pensar em lançar o seu negócio, comece imediatamente a fazer marketing – mesmo que isso seja somente partilhar a ideia em Blogues, newsletters ou anúncios no Linked In e Facebook. Quando mais cedo as pessoas souberem quem você é, o que faz e como isso poderá ajudá-los, mais rapidamente conseguirá o seu primeiro cliente.

Mude a perceção do processo – Angela Jia Kim

Angela sempre se considerou uma pessoa tímida e envergonhada. Sempre detestou o pensamento de ligar para alguém para tentar vender o seu serviço. Ela só mudou de opinião sobre este tema quando mudou a perceção de “Vou tentar vender algo” para “Vou tentar ajudar alguém a resolver um problema e tornar a sua vida mais fácil.” O seu sucesso teve como base a sua paixão por oferecer o melhor possível aos seus clientes.

Impressione positivamente todos os seus clientes – Carolyn Bartz

Existe sempre uma forte ligação entre a sua empresa e o cliente que verdadeiramente ficou satisfeito. Aproveite esta ligação para lhe enviar uma carta ou email a agradecer o fato dele ter escolhido a sua empresa. Normalmente o que queremos é que seja o cliente a dizer bem de nós, mas porque não sermos nós a publicitar quais são os clientes que partilham do mesmo entusiasmo. Partilhe esta paixão comum e terá amigos para uma vida.

Crie relações antes de se tornarem clientes – Lisa Nicole Bell

A melhor forma de conseguir bons clientes é primeiramente criar relações fortes com eles. O segredo do seu sucesso é a sua capacidade de conhecer pessoas antes delas sequer pensarem em tornar-se clientes. Quando começar o seu negócio, demonstre o entusiasmo e paixão que tem. Nunca se sabe onde estará o seu primeiro cliente. Poderá ser num evento de networking ou mesmo num jantar de amigos. Demonstre desejo em criar valor sem aceitar sequer receber por isso, tudo para que possa ganhar experiência e confiança na sua capacidade de resolver problemas.

Crie a sua cadeia de networking – Phyllis Harber-Murphy

Phyllis criou toda a sua carteira de clientes através do networking. Frequentou as reuniões de várias associações, eventos de networking, congressos e todo o tipo de evento que permitisse ele falar sobre o que faz e conhecer novas pessoas. Para Phyllis este é o meio mais rápido e seguro de conseguir clientes.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber qual a sua avaliação.

Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.
Muito obrigado, Feliz Ano Novo, pense nisso e boas vendas.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->

[email_link]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Estes são os meus princípios. Se não vos agrada, tenho outros. (Groucho Marx) Faço vida…

A diferença entre o J e o Y

Fevereiro 17, 2013

Como ainda continuo umas merecidas férias aqui em Vitória no Estado do Espírito Santo, tenho…

%d bloggers like this: