Carta ao Pai Natal (ou Papai Noel) de um vendedor

by

Quero avisar que o que vou escrever abaixo é um artigo ficcional e não tem nenhuma comparação com a minha realidade profissional. Estou a escrever para que todos os vendedores que leem e seguem o Venda Melhor, possam identificar alguns pontos em comum com o seu dia-a-dia na profissão de vendedor.

Espero que gostem e se acharem que ela se aplica a sua realidade, use e abuse dela para divulgar entre os seus amigos, colegas e concorrentes.

Eis então uma putativa carta ao Pai Natal de um vendedor.

Caro Pai Natal,

Como vai? Espero que esteja bem de saúde e que o frio aí do Polo Norte não esteja a afetar o seu programa de entregas para este Natal. São milhões de lares que vai ter que visitar e milhões de crianças que assim esperam que por lá passe e deixe um presentinho nos sapatinhos deles.

Estou a lhe escrever só para pedir um presente, mas também fazer um elogio pela forma brilhante como gerir uma equipa tão grande. Todos os anos os seus duendes preparam milhões de brinquedos e, em quase 47 anos de vida, nunca ouvi nenhuma história sobre eles entrarem em greve, reclamarem do salário ou mesmo estarem com o “moral” em baixo por causa da carga de trabalho. Nunca vi nenhum dos seus “clientes” por este mundo a fora reclamarem que o presente chegou estragado, que houve um atraso na entrega do presente ou que não cumpriu os prazos aos seus clientes. Este tipo de gestão é sem dúvida um modelo a seguir por muitas empresas na vida.

Acredito que a última carta que lhe enviei tinha eu uns singelos 8 anos e na altura o meu português escrito ainda tinha alguns “pontapés” na gramática (talvez ainda tenha, mas tento melhorar todos os dias).

Pois é, o tempo voa e já passaram alguns aninhos, já tenho alguns quilinhos a mais e o cabelo na cabeça também não abunda. São as vicissitudes de ficarmos mais velhos.

Já em criança, como se lembra, já tinha a queda para vender e não podia ser outra coisa. Tenho orgulho em ser vendedor. É uma das profissões onde temos que trabalhar muito e sem muito tempo para distrações. Temos que estar em constante formação e aprimorar a nossa forma de vender. Este ano, resolvi recorrer ao meu amigo, porque, as vezes, alguma ajuda externa põe-nos a alinhar o pensamento e o propósito da nossa carreira profissional.

Pela minha parte faço tudo o que posso para conseguir o mesmo grau de satisfação com os meus clientes, tal e qual o Pai Natal faz com os seus. No entanto, não podia deixar de fazer uma lista de desejos que gostava que o Senhor possa ajudar-me a obter. Por favor, não ignore este meu pedido, sem dúvida que muitos dos que estão a ler esta carta (e também são vendedores) têm os mesmos desejos que eu. Assim poderá ser um realizar coletivo onde todos nós, vendedores por este mundo a fora, iremos ficar muito contentes de os receber.

Pedido nº 1 – Uma bola de cristal

Com este presente vou eu poder visualizar de forma clara o meu funil de vendas e ter absoluta certeza que não atirei em mais um “pardal” que passou a minha frente, mas que vou ter os potenciais clientes a fechar novos negócios. Com ela vou também poder fazer melhores projeções de vendas para o ano de 2013 e conseguir cumprir os meus objetivos.

Pedido nº 2 – Que passemos mais tempo a vender

Poderemos assim parar de estar a “qualificar” potenciais clientes que nunca vão comprar nada de nós nem vamos gastar o nosso tempo a culpar o CRM ou a nossa concorrência de serem mais rápidos que nós a vender.

Pedido nº 3 – Um bom departamento de Marketing

Que eles parem de pensar que são os “donos” dos produtos e que vejam a realidade que os nossos clientes dizem precisar. Que parem de inventar novas soluções sem terem a noção se os nossos clientes estão dispostos a usar. Que antes de lançar novas funcionalidades nos produtos, validem se elas são mesmo necessárias e se os nossos clientes vêm isso como “pagável” ou como mais um adicional para lhes extorquirmos dinheiro.

Pedido nº 4 – Uma patrão com visão comercial

Estou cansado de ver o meu patrão todos os dias chegar a empresa e nos chamar de incompetentes porque não vendemos tanto quanto ele quer que vendámos. Não temos culpa que pelo fato do patrão ter comprado um Mercedes SLK AMG, tenhamos que vender 10 vezes mais do que o planeado. Que o nosso patrão saiba que o primeiro vendedor que a empresa tem é ele, e se não tivermos o suporte dele, estamos mesmo em maus lençóis a vender.

Pedido nº 5 – Que a empresa reconheça o nosso valor

Pode parecer estranho para o Pai Natal, mas são milhares de empresas que olham para os vendedores como um mal necessário e por isso não investem na nossa formação ou na disponibilização de ferramentas para fazermos melhor o nosso trabalho. Como estamos na rua a ouvir as necessidades dos clientes, temos excelentes dicas para sermos uma melhor empresa, mas ninguém liga ao que dizemos.

Querido Pai Natal, espero que não se assuste com estes meus pedidos e que os possa realizar. Acredito que isso fará muito bem a mim e aos meus colegas vendedores.

Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu mais alguma coisa, eu adoraria compartilhar informações mais detalhadas com você e/ou qualquer outra pessoa que você possa pensar que irá beneficiar se conhecer a minha Fórmula que muda a forma de vender.

E é isso. Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a vender mais. Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você e qual a sua avaliação sobre o que leu.

Quer ver o seu comentário na página principal do site, escreva o seu comentário sobre como este artigo lhe ajudou e se identifique com o seu nome e email.
Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->


Eu sou contra o novo acordo ortográfico.

%d bloggers like this: