Como o Coaching trabalha com os melhores profissionais

by

Ser bom profissional não é simples nem fácil. Requer muito trabalho e muita dedicação no que é necessário fazer para atingir a excelência. Tenho sido requisitado, nos últimos meses, por vários profissionais das mais diversas áreas para, em conjunto, trabalharmos alguns dos seus pontos menos fortes e assim conseguirem ser ainda melhores.

O caminho para ser um bom profissional não é um percurso recto e plano, tem demasiadas subidas, curvas e algumas com um grau de complexidade demasiado elevado, onde somente os melhores conseguem superar e continuam em frente. Mas ser um profissional Top, pode estar ao alcance de quem queira muito e estude estas dicas.

Eis as qualidades necessárias que os meus clientes identificam com importantes para ser um profissional de sucesso:

1 – Escolher bem os seus parceiros de negócio

Profissionais de sucesso não se juntam com qualquer um. Criam parceiros de negócios onde são criados laços fortes com outros profissionais com um único objectivo: “responder e suprir as necessidades dos clientes”. Todos os seus parceiros são previamente estudados e analisados para validar se eles cumprem o grau de exigência que os clientes requerem. Quando este grau não é “atingido”, partem a procura de outro que cumpra estes requisitos.

Como o Coaching trabalha: Criando planos e processos de selecção junto com o profissional para que ele consiga diferenciar o “trigo do joio”.

2 – Apreciar coisas únicas e especiais

Tal como o valor do bife mais caro do mundo os profissionais de topo não aceitam qualquer solução para o seu cliente. Eles sabem que quem está disposto a pagar pelo melhor, deve ter o melhor. Por isso que estes profissionais não se contentam com o “meio da tabela”. Tal como os seus clientes, eles querem que tudo seja o melhor que o dinheiro possa comprar. Estudam o que o mercado tem disponível e ajustam isso de acordo com a quantidade de dinheiro que os seus clientes tem disponível para pagar.

Como o Coaching trabalha: Validando e questionando o profissional quais os níveis e escalas que utiliza quando está a oferecer o seu produto ou serviço ao cliente. Se a percepção sobre o “valor aportado” é sua ou do seu cliente que paga por isso.

3 – Conhecer as suas forças e fraquezas

SWOT photo
Photo by Jinho.Jung

Não basta o profissional “acreditar” que é bom. É necessário que os seus clientes sejam os seus primeiros “porta-bandeira” a dizer ao mundo que ele é mesmo bom. O profissional que conhece as suas forças e fraquezas, mais facilmente sabe como majorar as forças e minimizar as fraquezas. Quando isso acontece o resultado é um serviço de qualidade prestado ao cliente final de forma única e diferenciada.

Como o Coaching trabalha: Fazendo alguns exercícios de estudo da personalidade e do comportamento do profissional. Com base nestas ferramentas de suporte ao Coaching é possível o profissional entender a sua análise SWOT.

4 – Não deixar o sucesso subir a cabeça como uma “Prima Donna”

Ser humilde é a maior qualidade de um profissional de sucesso. O pior que pode acontecer a um profissional que deseja ser o melhor, é não saber como dominar o seu ego. Quando o ego funciona mais em prol do profissional do que em prol do cliente, há um desequilíbrio de forças e a consequência disso é não haver mais negócios. Não havendo negócios há uma espiral de desânimo e sentimento de fracasso.

Como o Coaching trabalha: Trabalhar o ego do profissional é sem dúvida a parte mais difícil do Coaching. Aqui o foco é fazer o profissional falar sobre como ele se vê e questionar se a percepção que ele tem de si próprio foi ele que a construiu (se sim, trabalhar os motivos que levaram ele a pensar assim) ou se foi o acaso de um negócio bem sucedido que o fez assumir esta nova postura (e depois trabalhar como ele acredita que isso pode ser um padrão e não um acto isolado).

5 – Ser cheio de recursos

O que um cliente mais aprecia num profissional é a sua capacidade de ser um ponto único de resolução de problemas. Muitos clientes não querem lidar com vários fornecedores em simultâneo. Optam por escolher o profissional que mais “recursos” tenha e assim centralizar (quase) todas as resoluções dos seus problemas neste profissional. Quando este profissional tem uma cadeia de bons parceiros como descrito no ponto 1, então torna-se muito mais simples ser o ponto central de todas as resoluções.

Siga o Venda Melhor nologo_b

Como o Coaching trabalha: Por vezes é preciso trabalhar com o profissional até que ponto ele deve estar envolvido na resolução dos problemas dos seus clientes e onde não passa somente de um “moço de recados”. Há diversas situações onde será muito mais simples estar a passar o negócio a um parceiro mais especializado e assim ser este parceiro a tratar directamente com o cliente, evitando a situação do “moço de recados”.

Conselho de ouro: uma excelente forma de ser cheio de recursos e aumentar os seus negócios é juntar-se a uma organização profissional onde poderá não só potenciar o seu negócio, como também ter muita formação em Networking, Vendas e gestão de negócios. Se quer saber mais sobre este tema, mande um e-mail para mim e lhe explico como pode fazer parte do meu grupo no BNI.

Obrigado por me acompanhar nesta leitura.

Conclusão final

Termino com duas simples perguntas: “Alguma vez pensou nisso? Este artigo lhe ajudou a ficar mais preparado para lidar com os seus clientes?

Se não sabe como fazer isso, por que não experienciar como o Coaching de Vendas pode ajudar? Marque uma sessão Gratuita de Coaching comigo para avaliarmos como poderei trabalhar consigo?

Muito obrigado por ler o meu artigo. Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu alguma coisa, imagine o que poderá beneficiar se me contratar como Coach?

Se ainda tem dúvida como poderá funcionar consigo, solicite a sua sessão de 30 minutos gratuita, tenho a certeza que depois de conversarmos, vai reconhecer o quanto isso é necessário.

Conheça as condições e o como funciona a minha Fórmula que muda a forma de vender.

Pense nisso!

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->

 

%d bloggers like this: