Consegui a promoção para Diretor Comercial

by

“Depois de 10 anos a trabalhar na empresa, o Diretor Comercial pediu demissão e a administração optou pelo meu nome para novo ‘DC’. UAU! Estou nas nuvens. Trabalhei muito, dei no duro e agora finalmente chegou a recompensa pelo meu esforço. Agora finalmente vou poder mudar a forma como a empresa trabalha as vendas. Vou poder finalmente aplicar toda uma nova cultura vocacionada para as vendas e não para o produto.”

Começo o artigo com esta história, porque verifico que uma nova geração de pessoas com uma atitude de mudança começa a nascer nas empresas que procuram ser lucrativas. Definitivamente as empresas pararam de ter a orientação das vendas baseada no produto ou serviço que vendem. Agora a nova orientação que começa a ser criada, normalmente tratada por “nova-cultura”, é orientada às vendas.

Mas acredite que isso só está a acontecer porque os gestores de topo começaram a verificar que pela antiga forma de vender, deixaram de receber os telefonemas de potenciais clientes, a concorrência passou a trabalhar muito mais rápido, viram os seus produtos/serviços tornaram-se “mercadorias” sem nenhum fator diferencial e a equipa de vendedores começa a ver as oportunidades de mudar de emprego e saem da empresa.

Agora então voltemos então a continuação da história do nosso novo Diretor Comercial acima.

Poucos dias depois de assumir a nova função, a administração da empresa chamou para uma reunião e explicaram que depois de muitos anos a verem o seu produto sair em caminhões totalmente carregados, passaram a ver o mesmo produto sair em carrinhas com algumas unidades somente. Por isso tinham feito um investimento de milhões para reformular e adicionar novas funcionalidades ao produto “carro-chefe” da empresa.

Após o fim da reunião, viraram-se para o nosso personagem e perguntaram qual seria então a sua estratégia para conseguir novamente a liderança do mercado, agora que o produto tinha sido melhorado e precisavam de recuperar com muito lucro o investimento feito.

A resposta do novo DC foi: ‘Irei validar com o mercado se eles querem ou não comprar o produto com estas novas funcionalidades, mas não prometo nada!’. As pessoas a volta da mesa quase tiveram um ataque de coração com esta resposta. Não estavam habituadas a que o “DC” tivesse uma opinião contrária.”

Porque que os gestores ficaram espantados com a resposta do DC? Sabe responder a esta pergunta?

Convém também explicar uma outra coisa importante. Orientação para as vendas não significa tratar bem os vendedores. É uma forma de trabalhar que permite, através da força de vendas, conhecer melhor o seu cliente, quais são as suas necessidades, saber como continuar a vender mais aos clientes existentes e principalmente saber como ganhar novos clientes.

Não há numa empresa uma equipa mais competente para entender o que o cliente quer, e em que condições, do que os vendedores.

Convém esclarecer que o nosso personagem, durante todos os anos que esteve a trabalhar como vendedor antes de ser promovido, aproveitou o seu tempo para ler, estudar, frequentar cursos para aprimorar a sua forma de vender, tomar conhecimento com outros vendedores, em eventos de networking, como melhor conhecer as necessidades do cliente e a cereja no topo do bolo aconteceu a dois anos quando comprou e aplicou as técnicas do livro de Alexander Osterwalder & Yves PigneurCriar Modelos de Negócios.

Para concluir a história do nosso ‘DC’, depois de validar com os potenciais clientes se as novas funcionalidades eram as que eles queriam, descobriu que algumas delas eram completamente irrelevantes e não motivava a compra. A empresa entrou em falência e ele, como tinha investido muito tempo e dinheiro em si próprio, tinha o seu plano “B” e montou o seu próprio negócio de Coaching e Consultoria Comercial onde hoje em dia ajuda as empresas a mudarem a sua cultura de vendas e está a ganhar muito dinheiro.

Agora se não possui o seu plano B e tem funções de gestão na sua empresa, pense que ao adotar uma cultura orientada para as vendas pode ser o ponto de viragem a caminho do sucesso.

As principais regras que o nosso personagem explica aos seus clientes que querem desenvolver esta nova cultura são:

  • A Cultura definitivamente não muda se ninguém não fizer nada;
  • A Cultura não muda se não houver uma pessoa ao mais alto nível na gestão a decidir pela mudança;
  • A Cultura não muda sem identificar a pessoa com as competências necessárias para ser o moderador (ou facilitador) da mudança;
  • A Cultura não muda sem criar as metas mínimas a serem atingidas;
  • A Cultura não muda sem envolver a equipa de vendas e sem conhecer as suas expectativas;
  • A Cultura não muda sem dar a equipa de vendas a necessária formação;
  • A Cultura não muda sem um bom treinador/orientador;
  • A Cultura não muda sem ter um bom conselheiro que seja externo a empresa;
  • A Cultura não muda se a empresa não souber usar as ferramentas de baixo custo disponíveis como, por exemplo, o Cross-Selling, Up-Selling, contactar antigos clientes inativos e pedir referências aos clientes atuais;
  • A Cultura não muda se a gestão da empresa não se incluir neste processo de mudança.

A sua empresa já mudou ou ainda acredita que todos estão ansiosos para comprar o seu produto ou serviço?

Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu mais alguma coisa, eu adoraria compartilhar informações mais detalhadas com você e/ou qualquer outra pessoa que você possa pensar que irá beneficiar se conhecer a minha Fórmula que muda a forma de vender.

E é isso. Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a vender mais. Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você e qual a sua avaliação sobre o que leu.

Quer ver o seu comentário na página principal do site, escreva o seu comentário sobre como este artigo lhe ajudou e se identifique com o seu nome e email.
Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->


Eu sou contra o novo acordo ortográfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Guest Post: Vender

Abril 12, 2013

Por: Vitor Rafael de Lima Silva Atualmente vender é muito mais do que propriamente vender.…

Rapidinhas – Parte I

Janeiro 30, 2011

Tenho vindo normalmente a publicar artigos que na sua maioria está relacionado somente com um…

%d bloggers like this: