Nove dicas importantes para melhorar a sua vida

by

Hoje não trago dicas para ajudar a vender, mas para ajudar a encarar algumas situações com um outro olhar. São dicas que quando estou em sessão de Coaching utilizo muito com os meus Coachees. Por isso partilho nove dicas importantes para melhorar a sua vida (quer a profissional como pessoal).

Dica nº1 – Vão haver centenas de coisas que não vão correr bem, porem…

Como diz a lei de Murphy: “Quando uma coisa está fadada a correr mal, ela irá correr mesmo mal”. Mas quando isso acontecer consigo, a minha dica é: pare, levante a cabeça, respire fundo e principalmente pense na quantidade de outras coisas boas que acontecem na sua vida. Seja grato pelo que tem e não se lamente daquilo que não obteve. Quer um exemplo? Quando está a espera de fechar um importante negócio e descobre que no momento final a sua concorrência fez uma oferta mais baixa e ganhou, não desanime. Levante a cabeça e comece a procurar qual será o próximo cliente que vai contactar para substituir o que perdeu.

Dica nº 2 – Não julgue o conteúdo pela sua “embalagem”

Esta eu já sofri na primeira pessoa. Julguei mal uma pessoa com quem estava a tentar fechar um negócio e não acreditei que ele pudesse (realmente) decidir alguma coisa. Afinal a sua aparência e forma de falar não demonstrava ter nenhum “poder” de decisão. Erro crasso da minha parte. Ele não só tinha poder, como era o dono da empresa. E eu a pensar que estava a falar com um mero assessor.

Dica nº 3 – Estar preocupado com o que os outros “putativamente” pensam

Sabe quem se importa com a opinião dos outros? Só os jornalistas, para poderem ter matéria para fazerem uma reportagem. De resto, o que adianta ficar a martirizar-se pensando no que os outros podem pensar de si? Se não está dentro da sua esfera de controle, então não vale a pena se preocupar mais.

Dicar nº 4 – Perder tempo com pessoas que não interessam

Eu também já sofri deste problema. Dediquei muito do meu tempo a pensar que estava a negociar com uma pessoa que tinha a atitude e argumentação como alguém que detinha poder de decisão e no final eu perdi o negócio pois quem decidia, eu nunca cheguei a conhecer. Eu fiquei pelo engodo e fui totalmente endrominado.

Dica nº 5 – Alimentar ódios e rancores

Mais uma na primeira pessoa. Durante muito tempo fiz tudo o que podia (e não devia) para tentar prejudicar uma pessoa que não gostava. O resultado foi que todas as vezes que tentava fazer algo contra ele, o feitiço virava contra o feiticeiro e era eu quem saia prejudicado. Isso durou cerca de 6 meses, até que num determinado dia, acabamos uma reunião com um cliente e resolvemos almoçar juntos e, nesta ocasião, enterramos todos os machados de guerra. A minha disposição melhorou e hoje em dia quando há problemas, sentamos e falamos de imediato. Deixei totalmente de alimentar rancores e resmungos. Vivo e trabalho muito melhor depois disso.

Dica nº 6 – prejulgar as pessoas

Somos todos excelentes “advogados de causa alheia”. Quando alguém que gostamos enfrenta um problema com outra pessoa, temos tendencialmente a capacidade de nos pormos ao lado de quem gostamos e “odiar” a outra pessoa. Mas como todas as moedas, há sempre o “outro lado”. Não fazer um julgamento somente por aquilo que uma das partes diz é fundamental para mantermos a nossa sanidade mental. Se tiver realmente que fazer um julgamento, pelo menos ouça a outra parte envolvida e conheça as suas razões. Não vale a pena juntar este pré-julgamento com a dica nº 5.

Dica nº 7 – Controle o seu temperamento

Há alturas que basta uma gota de água para fazer transbordar o nosso “copo” da paciência. Eu sei, você sabe e todos sabemos que quando jogamos pedra no telhado dos outros temos que ter muito cuidado com o nosso, pois ele também é de vidro. Quando estiver a passar por um momento que sente que vai “explodir”, o meu conselho é: levante, vá dar uma volta, respire e volte ao tema passado alguns minutos, mas se o problema é muito grande, volte a ele somente no outro dia. O tempo tem o poder de nos fazer ver um problema como “vermelho” e passado algum tempo, ao voltar ao mesmo problema ele já está mais “rosado”.

Dica nº 8 – Respeite para ser respeitado

Aqui vou ser curto e grosso. Não vale a pena pensar que as pessoas vão respeitar a minha pessoa ou a minha opinião se sou uma verdadeira besta quadrada que não respeito nada nem ninguém. Fiz-me entender?

Dica nº 9 – Não acreditar que hoje é o dia certo para começar algo novo

A melhor forma de explicar esta dica é: Todos os anos é a mesma coisa. Acreditamos que pelo facto de passarmos a noite de 31/12 para 01/01, tudo vai mudar e tudo será melhor. É por isso que desejamos Feliz Ano Novo. Que o ano velho leve os problemas e as dificuldades. Todos os dias temos uma nova oportunidade com mais 24 horas para mudarmos a nossa vida. Não é depois de amanhã ou no ano que vem. É aqui e agora. eu sou o dono do meu processo de mudança. Só eu posso fazer acontecer da forma que quero. Há espinhos, sim. Há problemas a resolver, sim. Há dificuldades, muitas. E daí? Continuar a chorar pelo leite derramado não vai resultar.

Conclusão final

Termino com uma simples pergunta: “Agora que leu estas dicas, que tipo de pessoa você realmente quer ser?

Muito obrigado por ler o meu artigo. Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu alguma coisa, imagine o que poderá beneficiar e aprender se me contratar como Coach onde posso ajudá-lo a ser (ainda mais) melhor profissional.

Se tem dúvidas se pode funcionar consigo, solicite a sua consulta de 30 minutos gratuita, tenho a certeza que depois de conversarmos, vai reconhecer o quanto isso é necessário.

Conheça as condições e o como funciona a minha Fórmula que muda a forma de vender.

Se não gostou do artigo, partilhe com a sua concorrência. Eles vão adorar aprender como ser melhores e saber como vencer no mercado.

Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a ser melhor profissional.

Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você e qual a sua avaliação sobre o que leu. A melhoria contínua só acontece com o seu feedback.

Siga o Venda Melhor nologo_b

Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->


Eu sou contra o novo acordo ortográfico.

Identificar que decide

Outubro 3, 2008

Esta semana resolvi trazer-vos um tema que muitas vezes nos acontece e algumas vezes acertamos…

A Arte do Aperto de Mão

Junho 21, 2008

Resolvi hoje apresentar uma questão que apesar de não ser um técnica ou táctica de…

%d bloggers like this: