Reconhece o seu chefe em algum destes tipos?

by

O artigo que vos trago esta semana é a minha visão e interpretação sobre o original publicado AQUI. Achei tão interessante este artigo sobre os perfis mais ignóbeis de chefe que podemos ter que confesso que na minha carreira já tive pelo menos 1 a 2 chefes que identifico alguns destes tipos.

Bom, mas de que trata o artigo? Simples, da forma como os chefes gostam de gerir as suas equipas. De certeza que se recorda do filme “Horrible Bosses” ou com o título em português Quero Matar Meu Chefe onde três personagens sodomizavam os seus colaboradores mais diretos até a loucura. O que vou apresentar são mais alguns perfis e espero que goste, divirta-se a ler e entenda como lidar com cada um deles.

O Minucioso ou “Picuinhas”

É o tipo de chefe que não te deixa respirar ou agir. Está a sempre a controlar tudo e todos e adora conhecer todos os detalhes de tudo. Não há a menor hipótese de você conseguir autonomia para executar uma tarefa sem que ele queira saber todos os pormenores sobre a forma como executou a tarefa. Quando você tem que enviar uma proposta, antes, tem que enviar para ele ler e no final irá criticar tudo o que escreveu e substituir pela sua visão.

Como lidar com esta espécie? Não caia na tentação de o tentar evitar. Pelo contrário deve ser proactivo em mantê-lo informado e, se possível, atolado de decisões por tomar. Se vai fazer xixi, tomar agua ou beber um café, não se esqueça de mandar um email a avisar que vai se levantar. Quanto mais informação você passar a ele mais ele ficará inundado de problemas por resolver e aos poucos vai dar alguma autonomia.

O Político

É um mestre na arte de bem falar e prometer, desde que seja em seu benefício. Passa o dia inteiro em reuniões. Por norma é um graxista (puxa-saco) do chefe, mas também adora que lhe deem graxa (puxem o caso). Tem sempre uma resposta sem significado nenhum na ponta da língua. Não entra em conflitos e não defende a sua equipa e se algum dos elementos fizer alguma coisa errada ele é o primeiro a atirá-lo aos “leões”.

Como lidar com esta espécie? Domine a arte de demonstrar o quanto o seu trabalho vai ajudá-lo a subir na carreira. Se está a negociar uma proposta com um potencial cliente importante, deixe ele participar nas reuniões. Ele gosta de ser a estrela da companhia, por isso seja você a comandar o foco de luz sobre ele. Pode ser que assim você se torne um dos seus “preferidos” e quando ele for promovido, você seja puxado por ele.

O Ladrão de créditos

Este animal existe em todas as empresas. É aquele energúmeno que quando há alguma coisa bem-feita foi ele quem fez. Normalmente é a pessoa responsável por apresentar os resultados a direção. Nesta altura se os resultados forem positivos, foi tudo graças a sua existência e capacidade profissional. Foi ele quem suou e trabalhou 27 horas por dia para que o sucesso acontecesse. Quando o resultado não é favorável é o primeiro a enterrar toda a equipa e demonstrar que ele bem tentou salvar e que foi incansável na persecução dos objetivos, mas todos estavam contra ele.

Como lidar com esta espécie? Quando ele fizer um trabalho que mereça ser reconhecido, seja o primeiro a divulgar para todos o excelente trabalho que ele fez em conjunto consigo. Não caia na tentação de enviar os resultados para o chefe do seu chefe sem que ele saiba. Só irá piorar a situação. Mande antes um email para o chefe do seu chefe a enaltecer as qualidades dele e o quanto tem aprendido com isso. Esta espécie tem um pouco de “Político” no seu modo de ser.

O Sabichão ou “Professor Pardal”

Este tipo de chefe está no limiar do intratável. Não há nada que você apresente a ele que não seja modificado para ter a visão e sabedoria dele. Você até pode ser um expert num determinado tema, mas se for discutir com ele, perderá sempre. É um entendido em política, tecnologia, finanças, economia, agricultura, industria e todas as outras áreas de negócios que existam ou que ainda venham a ser inventadas. Não dá para argumentar com ele.

Como lidar com esta espécie? Trate-o como se de ele fosse um mestre da Grécia antiga. Faça perguntas do tipo “quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha”, ou talvez “porque que a terra é redonda?”. Espero que tenha entendido onde quero chegar. Não vale a pena questioná-lo sobre coisas simples. Você só vai ganhar a admiração dele se fizer perguntas complexas e depois ficar 3 horas a ouvi-lo discursar sobre o seu ponto de vista. Desafie-o com análises complicadas e demoradas de resolver. São estes problemas que o fazem sair da cama todos os dias.

O Incompetente

Este está no limiar da burrice. Normalmente tornou-se chefe porque é o filho, sobrinho ou afilhado do patrão ou anda a dormir com alguém da diretoria. Se houver um incêndio dentro da empresa e ele tiver que tomar uma decisão de como fugir, provavelmente irá correr em direção ao fogo. Não entende nada do negócio e tem uma tendência disfarçada para ser “Ladrão de créditos”.

Como lidar com esta espécie? Seja o seu mentor. Sim isso mesmo. Dedique todos os dias um tempo para lhe ensinar todos os detalhes de como ele deve gerir a equipa ou a área. No caminho ele irá assumir o papel de “Politico”, mas dificilmente irá ser um “Ladrão de créditos”.

O Bonzinho ou o que não sabe dizer NÃO

A partida pode ser considerados por muitos um excelente chefe, mas desengane-se. Ele não serve para nada. Você pede para sair cedo, ele deixa. Você pede para ele fazer a proposta e ele faz. A empresa diz que ele tem que fazer mais 300% do que o orçamentado e ele diz que sim. A equipa diz que ele deve ser mais corajoso e dizer que não, e ele diz que vai ser, mas nunca muda. Como diz que sim a tudo, passa o tempo todo a atrapalhar a vida dos colaboradores pois há cada vez mais trabalho para fazer e ninguém a proteger.

Como lidar com esta espécie? Ajude-o a saber dizer não. Ele tem um perfil fraco e possui uma falta de confiança pessoal. Quando você se dispõe a ajuda-lo a ser mais rígido na defesa do seu ponto de vista ele progressivamente vai ganhando mais confiança e mudando de atitude. Ele por vezes pode ser confundido com o “Incompetente”.

O Confuso ou Atolado

Este tem uma tendência a parecer eficiente mas também não é. É alguém que está sempre a dizer que resolve mas na verdade ele o que faz é acumular decisões e papelada sobre a sua mesa. Não tem organização nenhuma, trata os temas mais recentes em detrimento dos mais antigos. Quando você precisar que ele tome uma decisão rápida ele vai dizer que sim, mas quando ele conseguir sair da confusão de problemas que tem já é tarde demais.

Como lidar com esta espécie? Apresente sempre duas alternativas possíveis de solução sempre que apresentar um problema. Facilite a decisão. Não permita que ele tenha que pensar muito sobre a melhor forma de resolver o que quer que seja. Você tem que ser o motor da decisão e ele somente irá fazer a ligação final para que a máquina funcione.

O Terrorista Psicológico

Este é o pior tipo de chefe que se pode ter. Você chega 2 minutos atrasados e ele começa a gritar consigo a frente de todos os outros colaboradores da empresa. Você perde um negócio e ele grita do fundo da sala: “Venha cá seu energúmeno”. Por mais que você se esforce, na avaliação de desempenho ele dá-te a pior nota. Não acredita que você seja capaz de fazer alguma coisa certa. Tem tudo do “Político”, do “Ladrão de créditos” e do “Sabichão”.

Como lidar com esta espécie? Como é crime assassinar pessoas e você precisa do trabalho, vire o feitiço contra o feiticeiro. Se ele gritar consigo a frente dos outros, grite de volta. Se ele te chamar nomes, responda-lhe pelos mesmos nomes. Se ele gosta de ofender-te, não deixe que isso aconteça. Olhe nos olhos dele e diga que se isso se repetir irá fazer uma queixa aos recursos humanos. Agora se ele é o dono da empresa, então só tenho uma sugestão: FUJA!

Espero que tenha gostado destes tipos. Conhece um outro tipo? Partilhe comigo através dos comentários abaixo.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber qual a sua avaliação.

Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.
Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->

[email_link] O original pertence a Mike Figliuolo que foi publicado em inglês no site http://www.thoughtleadersllc.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Fantástico Mike!

Agosto 2, 2009

Todos os portugueses devem lembrar-se de um personagem que era desempenhado por uma dupla de…

Duas dicas poderosas

Março 13, 2010

Esta semana trago não uma mas duas dicas que poderão ajudar a conseguir mais vendas.…

Fazer a Diferença

Outubro 17, 2010

Tenho no meu blogue um desafio a quem o lê, de ser um ponto de…

%d bloggers like this: