Hoje, dia 24 de Dezembro de 2016 e falta uma semana para o final do ano. É tempo de fazer o balanço do que aconteceu de bom e de menos bom durante todo o ano. Certo? Talvez sim, mas o que está a questionar é o que isso tem a ver com o título do artigo? Tudo e passo a explicar.

Desde o início do mês devo ter sido convidado para uns 30 almoços, uns quantos jantares de amigos, além da festa da empresa, do clube, do ginásio e de não sei mais quantos grupos que faço parte. Consegui ir a alguns, mas não tive como responder positivamente a todos. Não tenho a capacidade de omnipresença.

Além destes momentos altamente de festa, devo ter recebido entre 500 a 600 postais de Natal por e-mail. Cansado? Calma, ainda não acabou. Falta-me falar da quantidade incontável de mensagens por SMS, WhatsApp, Facebook e até através do LinkedIn recebi votos de boas festas. Tudo isso no espaço de 24 dias.

Depois de analisar isto tudo, há uma coisa que me deixa a pensar e até mesmo preocupado. Por que é que os vendedores só se lembram dos clientes no mês de Dezembro?

Quer uma resposta franca? Por que só se preocupam com o próprio umbigo. Se tem 334 dias no resto do ano, para que concentrar todo potencial de estreitar laços com os clientes somente nos últimos 31 dias do ano?

A resposta a esta pergunta está dentro de cada um de nós. Vou lhe dar o meu ponto de vista, e ele vale o que vale, porém serve de exemplo.

Eu, gosto de vender e não quero só ser lembrado no final do ano. É meu dever tratar de no início de cada mês fazer uma lista dos clientes que pretendo visitar durante o mês e, em alguns casos, trato de agendar um almoço para estreitar laços. Cumpro isso há alguns anos e tem me dado muitos frutos, entenda-se negócios.

O que isso permite?

Principalmente chegar em Dezembro e não ter a consciência pesada. Não preciso e não vou a correr a minha lista de contactos a disparar o envio Boas Festas a todos para que saibam que ainda estou vivo. Claro que envio desejo de Boas Festas a todos, mas na minha consciência, sinto que tenho o dever cumprido. Nenhum dos meus clientes, neste mês de Dezembro teve que ficar embaraçado ao rejeitar mais um almoço com um fornecedor.

Como fornecedor, e vendedor, sinto que cheguei ao final do ano com um número maior de novos amigos e de clientes que ganhei durante o ano. Em cada um deles, fui deixando a minha presença durante o ano e por consequência fui ganhando novos negócios.

Então, para que deixar tudo para o fim do ano?

Repito a pergunta porque partilho uma lista de respostas muito interessantes:

1 – Para assim no início do próximo ano, poder ligar-lhe e ver o que vou vender logo em Janeiro pois o meu objectivo tem que ser cumprido;

2 – Para garantir que ele se lembrará de mim quando tiver necessidade de comprar novamente;

3 – Para assegurar que ele mantém os meus contactos na agenda dele;

4 – Por que acredita que nesta altura estão todos com o coração mole e cheios de piedade;

5 – Por que o vendedor é um estúpido e desperdiçou 334 dias que poderia ter entrado em contacto com o cliente.

Conclusão final

Termino com uma simples pergunta: “Os meus clientes conseguiram melhorar os seus negócios simplesmente por que ousaram investir num processo de Coaching Empresarial. Gostava de experienciar o que é o Coaching, então marque uma sessão Gratuita de Coaching comigo para avaliarmos como poderei trabalhar consigo?

Siga o Venda Melhor nologo_b

Muito obrigado por ler o meu artigo. Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu alguma coisa, imagine o que poderá beneficiar se me contratar como Coach?

Se tem dúvida se poderá funcionar consigo, solicite a sua sessão de 30 minutos gratuita, tenho a certeza que depois de conversarmos, vai reconhecer o quanto isso é necessário.

Conheça as condições e o como funciona a minha Fórmula que muda a forma de vender.

Boas Festas e um excelente 2017.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Se gostou do Artigo deixe o seu comentário:
Clique em ->

Tagged on:         

Wilques Erlacher

Coach de Desenvolvimento & Transformacional, membro da ICF – International Coach Federation com o nº 9120494 e Director de Vendas na Saphety (empresa do Grupo Sonae). Há mais de 20 anos que trabalho em funções relacionadas com Marketing, Vendas Corporativas, Desenvolvimento de Negócios, Gestão de Clientes, Formação, Mentoria e Consultoria em Vendas. Fui Presidente da Direcção na OV-APPV Associação Portuguesa dos Profissionais de Vendas e trabalhei na Petrogal (actualmente Galp Energia), na Agência Reuters Portugal, na Bull Portuguesa, na Novis Telecom e Mainroad (grupo Sonaecom). Sou keynote speaker, formador e mentor de equipas de vendas, desenvolvi e pratico a metodologia "Venda Melhor – A Fórmula que muda a forma de ser". Trabalho como Coach no desenvolvimento de profissionais em clientes empresarias em Portugal, Colômbia, Brasil, Espanha, França, Itália, Quénia e Cazaquistão. Acredito que há um potencial a ser trabalhado em cada um dos meus clientes, de forma única. O meu lema é “Coaching: It’s all about execution!” Quer falar comigo sobre como ser melhor profissional? email: we@wilqueserlacher.com Skype: w.erlacher telefone: +351 932 558 558