As crenças que todos empresário tem de eliminar

Há um ditado popular que diz: quem tem cú tem medo”. Este ditado pode ter alguma verdade se estivermos a falar de situações pessoais. No entanto no mundo empresarial, se há algo que não pode ter, é medo de algumas das coisas que vou falar a seguir. Na minha visão estas crenças ou medos abaixo, devem ser completamente banidas da sua atividade comercial. Comummente, nas sessões de que tenho com os meus clientes, estas são as crenças ou medos que, de uma forma ou outra, são muitos abordados por eles.

Crença número 1 – Existe muita concorrência

Era muito bom vivermos num mundo onde a concorrência não existisse. Aliás, a concorrência é a coisa mais chata que existe no mundo. Certo? Não, Errado. É por culpa dela que temos de ser melhores no que fazemos, todos os dias. Já não existem negócios novos a serem inventados ou que não exista concorrência. O que existe é a capacidade de ser o fornecedor que pode fazer melhor e com preços mais ajustados para suprir a necessidade dos clientes. Independente da quantidade de empresas que existam no mesmo mercado que actua, está nas suas mãos procurar o nicho de mercado onde os seus serviços ou produtos irão suprir, da melhor forma, a necessidade dos clientes.

Crença número 2 – Se calhar não é boa altura para abrir uma empresa

Da mesma forma que o ditado diz: “a ocasião faz o ladrão”, porque irá deixar nas mãos dos outros definirem qual é a melhor altura para abrir a sua empresa? Se acredita que tem um serviço diferenciador e um produto que seja intemporal, ou seja não existe sazonalidade, elimine esta crença e avance o quanto antes. Em concatenação com a crença número 1, digo mais uma vez, não deixe isso nas mãos da sua concorrência. Abdicar disso é deixar de ganhar dinheiro só porquê acredita numa coisa que não existe.

Crença número 3 . Eles não entendem o que eu faço

O seus clientes não sabem bem o que faz? então o que está à espera para se reunir com eles e explicar? De facto existem milhares de serviços e/ou produtos que, num primeiro momento, os clientes poderão não entender como irá resolver o seu problema. Porém se ouvirem da sua boca como poderá ajudá-los a resolver o problema, tenho absoluta certeza que entenderam com clareza tudo o que pode fazer por eles.

Crença número 4 – Não sou bom vendedor

Vender não é mais do que saber fazer as perguntas certas para descobrir como é que o seu cliente quer ver resolvido o problema. Acredite numa coisa, os seus clientes sabem como resolver o problema, o que eles não tem é tempo e disponibilidade para o resolver, para isso, contratam alguém para o fazer. Agora imagine o que é combinar a necessidade, a forma como o seu cliente pensa que pode ser resolvida e a sua capacidade para resolver esse tipo de problema? Em poucas palavras, isso se resume a e cliente satisfeito. Cliente satisfeito traz muitos outros negócios e excelentes referências.

Crença número 5 – O meu produto/serviço não tem mercado

Começo por fazer uma pergunta: como é que sabe disso? fez algum estudo de mercado para ter certeza que ninguém quer comprar aquilo que está a vender? Todo produto ou serviço tem mercado. A principal questão é encontrar os clientes certos para eles. Se no entanto, é um preguiçoso que não quer levantar o rabo da cadeira para ir procurar os seus clientes, então isso é outra história.

Crença número 6 existem pessoas que tem mais sucesso do que eu

Volto a mesma pergunta, como é que sabe isso? Que métricas usou para conseguir distinguir que eles têm mais sucesso? Muitos do que “acredita” terem sucesso, utilizam subterfúgios baixos e com pouco escrúpulo, para demonstrar coisas que não existem, só para manter as aparências. Se, no entanto, reconhece que existem pessoas com mais sucesso do que você, a minha questão é: o quê fez para aprender com elas algo que possa ser útil para fazer melhor do que eles? Tenho mais uma outra questão: acredita mesmo que elas nasceram com o cú virado para a lua e que nada de mau lhes aconteceu no percurso? Vale a pena conhecer o percurso destas pessoas que acredita que tenham sucesso, para verificar que sofreram muito e lidaram com muitas adversidades até chegarem no patamar onde estão.

Crença extra – não tenha medo de errar

Quem nunca errou que atire a primeira pedra. As empresas são feitas por pessoas cometem erros todos os dias. O diferencial é como aprendem com esses erros e, rapidamente, corrigem par servir melhor os clientes. As empresas de sucesso, são aquelas que souberam tratar os seus erros em prol da melhoria da qualidade do serviço prestado aos seus clientes. Se pensa que nunca vai errar, então também nunca vai ser capaz de melhorar o seu serviço ou produto.

Conclusão final

Se reconhece que precisa melhorar e gostava de fazer alterações ao seu estilo de gestão e trabalhar de maneira diferente, entre em contato comigo. Irei ajudá-lo a obter uma clareza cristalina de onde EFECTIVAMENTE deseja estar, trabalhar os bloqueios que impedem o avanço, rever o seu posicionamento, objectivo, prazos e vai sair com ideias, opções, inspiração e plano de acção para que isso aconteça.

Dê o primeiro passo agora clique aqui para contactar-me e termos uma conversa informal por WhatsApp ou ligue para descobrir como eu posso ajudá-lo. Pode entrar em contato comigo através do formulário de contato aqui.

Lembre-se que:

Coaching é para quem QUER ser melhor!

Muito obrigado por ler o meu artigo.

Pense nisso!

As crenças que todos empresário tem de eliminar
Tagged on:                 

Coach Wilques Erlacher

ACC Coach Credenciado pela ICF. Especializado em Coach de Desenvolvimento & Metafórico e Presidente do Conselho Fiscal da ICF Portugal. Há mais de 20 anos que trabalho em funções relacionadas com Marketing, Vendas Corporativas, Desenvolvimento de Negócios, Gestão de Clientes, Formação, Mentoria e Consultoria em Vendas. O meu lema é: “Coaching não é para quem precisa, é para quem quer ser melhor” Os meus contactos são: email: we@wilqueserlacher.com || Skype: w.erlacher || Tel: +351 932 558 558

WhatsApp chat