Testemunhos

Mais importante do que os artigos que escrevo, no meu entender, conhecer a opinião de quem os lê é sem dúvida um bom incentivo para continuar a escrever. Ao longo destes 6 anos de escrita foram centenas de comentários que recebi, para saber o que as pessoas pensam dos artigos, eis o que os leitores escrevem sobre o Venda Melhor:

Monte Pereira

Sim, adorei o artigo. Toda a interligação negocial e pessoal entre os intervenientes está de acordo com os meus princípios, até gostaria que o mesmo se passasse em Portugal, com algumas exceções: o calor tórrido, a barreira linguística e a desconfiança de que as mulheres de negócios não seriam recebidas da mesma maneira, embora tal não tenha sido referido e eventualmente no Cazaquistão não seja assim! Tudo o resto compatibiliza com a minha maneira de pensar e trabalhar.

Rafael Poffo

Sou descendente de Lituanos e realmente no leste europeu em especial em países russos,o povo é muito objetivo em todos os sentidos.Comercialmente possuía poucas informações,por isso da minha leitura deste…Parabéns acredito que é de grande valia a profissionais que se envolvem em transações internacionais destes países.

Vinicius Sant’ana

Ótimo artigo, realmente existe uma grande diferença entre o vendedor de sucesso e que sempre desiste com facilidade.

José Rodrigues Da Cruz Subrinho

Gostei muito bom este artigo vou somar ao meu aprendizado

Paulo Carvalho

Adorei o seu artigo, digamos que caiu que nem ginjas, como se diz aqui em Portugal. Por isso, o meu muito obrigado. Estou a desenvolver um projecto para abertura de um restaurante tipo Hooters e estou com imensa dificuldade em saber respostas sobre a ideia de amigos e conhecidos. O seu artigo ajudou-me imenso. Abraço.

Gisleno Vieira

Como profissional de vendas há 22 anos, achei o artigo realístico e me identifiquei com muitas situações ali colocadas.

Renato Peres

Artigo direto, didático, sem enrolação. Objetivo e isso me atrai nos seus artigos. Obrigado por compartilhar!

Fatima

Gerencio uma empresa e estou sempre em contato direto com os clientes,esse artigo caiu muito bem,pois tenho que aguentar cada coisa, Já trabalho a 23 anos no comercio,mais é sempre bom aprendermos um pouco mais de como lidar com o ser humano. Parabéns pela matéria.

Vitor Muro

Artigo pragmático e oportuno. Sintetiza as realidades que os vendedores quando entram em modo automático, deixam de ter em atenção. Para imprimir e pendurar na parede do escritório e ler todos os dias antes de ir para o terreno.

Paulo Sacramento

Fantástico o artigo. Uso muito o Linked In e já vinha questionando algumas “coisas” que você expôs.
A esmagadora maioria dos brasileiros que tem perfil publicado não sabem aproveitar as excelentes oportunidades que o Linked In oferece.

Paulo Carvalhas

Uma visão positiva e realista é sempre uma forma de evoluir.Utilizando o principio da lei da atracção o positivo dá nos o positivo e o negativo dá nos o negativo.Por esta razão estou de acordo com a sua ideia . Não esqucer o ditado popular:”Um mal nunca vem só!”Se tivermos um pensamento e atitude positiva podermos dizer:”Não há mal que sempre dure!”. Muito obrigado por partilhar suas ideias!

Franco. Santa Rosa, RS

Obrigado pelo artigo. Foi bem escrito e concordo com as doze imbecilidades cometidas pelos pseudos vendedores.

Anónimo

sim gostei muito do artigo,embora tenha alguns anos de experiencia dentro da profissao,por uma razão ou outra acabo cometendo um ou outro dos erros mencionados no artigo,eu pessoalmente e ou colegas experientes que conheço.grato pela franqueza, profissionalismo e seriedade do artigo.

João Luis Savela

Sim, gostei e achei de grande valia, tenho 41 anos e possuo 23 anos de experiência em vendas, evidenciei muitas coisas boas e ruins neste caminho de vendas, passei por várias crises internas mas busquei sempre olhar para frente e tomar o passado como aula; aprendi e até hoje tenho aprendido. Obrigado!

Jamison de Menezes Baldoino

Estava a pensar em abrir um tema e teria esta abordagem; Proveitoso aos que entram e abraçam a profissão e recheado de dúvidas para aqueles que esperaram passar um chuva ou dar um passeio pela nossa profissão!! Muita sorte e bons negócios!!

Márcio Amorim

Gostei do artigo,e vou compartilhar com outros colegas do seguimento. Mesmo com o passar do tempo é necessário nos reciclarmos e ouvirmos e lermos artigos que nos deem dica e nos ajudem a lembrar de onde começamos e onde queremos chegar.

Anónimo

Gostei muito, como estou começando no ramo de representações, este artigo veio me ajudar e tirar algumas duvidas e até mesmo medo das dificuldades que estou tendo com minhas vendas

Dhosa Costa

Há um tempo venho colocando em pratica algumas coisas q aprendi aqui. Graças a isso minha carteira de cliente triplicou.

Anónima

Muitos vendedores poderiam aproveitar melhor o seu tempo, claro que muita gente acredita que o tempo é insuficiente para os afazeres do dia a dia, portanto é sem dúvida uma grande desculpa para quem quer justificar seu fracasso. (Toda regra tem exceção). Não custa nada ter o hábito de ler bons livros, ótimos artigos de jornais, fazer costumeiramente pesquisas pela Internet, assim com fiz hoje e amei, vai me servir e muito pois sou uma Vencedora. São dicas importantíssimas Obrigada.

Gabriel Lopes

Adorei o artigo. Me foi muito útil! Estou vivendo isto neste momento e com diversas frustrações inclusive por existirem sementes demais plantadas e que não estão sendo cuidadas, assim com baixo retorno.

Anónimo

Gostei e ri-me. Gostei porque está bem escrito e caracteriza muito bem os vários “tipos” de chefe. Ri-me porque sendo sério tem sentido de humor. Ri-me também porque reconheci “vários tipos”, alguns com quem tive o azar e desprazer em cruzar ao longo da minha vida profissional! Bom texto.

Daniela Montaro

Parabéns! Ótimo artigo, muito interessante! Vale reflexão sobre os tópicos apontados.

Marcia

Parabéns pelo excelente artigo e dicas de preenchimento. Me ajudou muito e efetuarei as atualizações necessárias em meu perfil. Obrigada e sucesso sempre!

Anónimo

Já publiquei artigos tb a respeito do quão é importante esta ferramenta Network e empresarial.Nela você busca profissionalmente seus contactos mais importantes,busca de recolocação,vagas,informes sobre seu cliente,seu candidato sua empresa.É isso mesmo devemos periodicamente ensinar(se é esse o termo),aos internautas utilizar esta maravilhosa ferramenta.PARABÉNS PELO ARTIGO.Conte comigo.

Anónimo

Artigo muito direto, preciso e conciso! Obrigado por relembrar pormenores que são evidentes mas, por alguma razão, são esquecidos por muita gente.

Elsa Almeida

Como responsável pelo setor comercial da empresa que represento adorei o artigo e felizmente para mim em nada me identifico com ele.
Lamento apenas que as pessoas que deveriam ler para de alguma forma alargar horizontes, preferem manter-se à margem de artigos destes mantendo a altivez de quem tudo aprendeu e nada tem a aprender com estes “putos modernistas”. Infelizmente em Portugal ainda existe uma geração de decisores que pensa tal e qual como referiu: ” Se as estimativas de venda servissem para alguma coisa, o mundo era gerido por técnicos ou professores de matemática. … Eles são uns animais imberbes e só precisam de saber o mínimo necessário para sair para a rua com a pasta na mão e vender…” Irei certamente continuar a seguir os seus artigos, bem haja.

Anónimo

Indicaria a um amigo se achasse que ele fosse merecedor de tal informação/recurso, pois, uma esta é uma ótima matéria.

Anónimo

Sou representante, e gostei muito do artigo. Isso deveria ser passado às empresas. Assim as empresas iriam enxergar a classe diferente. Sempre digo ao meu diretor comercial, lugar de gerente é dentro da dando suporte aos representantes com mais rapidez, cliente não gosta de gerente junto ao representante, pois prometem e nunca cumprem.

Anónimo

Até acho algumas coisas interessantes em seu artigo, porem nem toda equipe de venda é igual, nem todo vendedor pensa igual, para se ter o comando de uma equipe, precisamos saber o que temos na mão, essas teorias, suas e de outros servem somente como um direcionamento, nada alem disso.

Augusto Reining

Você sempre publica artigos bastante interessantes, pois agrega valores e conhecimento. Parabéns!

Anónimo

Concordo inteiramente. As medidas descritas são aptas para destruir a empresa qualquer que seja a área da mesma em que o titular se encontre, desde o Departamento jurídico ao operacional de produção ou de vendas passando pela gestão. Parabéns, muito interessante!

Bruna Martins

Parabéns. Adorei a matéria. Eu consegui abrir a mente para implantar algumas perguntas para os nossos clientes.

Renato Simões Antunes

Sou assinante de seu blog e acompanho suas postagens, e descobri que somos conterrâneos, pois também sou capixaba de Vila Velha e represento há 20 anos uma indústria da Glória, a Pimpolho Calçados Infantis, em todo o estado do Espírito Santo.  Tenho uma boa notícia para você: me sagrei campeão nacional de vendas de 2013 na empresa e compartilho com você este prémio!  Muito obrigado por suas dicas e parabéns pelo seu trabalho.

Anónimo

É muito bom ler artigos incentivadores que ajudam melhorar os conhecimentos sobre o mercado de vendas e o atendimento aos clientes. Atualmente necessitamos a cada dia inovar para poder oferecer um atendimento diferenciado aos nossos clientes, procurando atendê-los com soluções inteligentes e funcionais em suas necessidades e expectativas.

Fernando Campo

Olá, parabéns pela matéria. Gostaria apenas de observar quanto a identificação da necessidade do cliente. Trabalho com distribuição de auto peças e tenho 20 mil itens em estoque. Tenho a necessidade de girar esse estoque (todas os itens ). Tenho itens de altíssimo giro e outros de baixo giro. Se eu vender apenas a necessidade do cliente não vendo 10% do meu portfólio. Acredito que o vendedor deve se preparar para atender a necessidade do cliente mas também o da empresa que trabalha.

Anónimo

Muito bom o artigo fico muito feliz de poder compartilhar tais experiência que muito enrriquce e nos dar fontes para que possamos estar aprendendo cada dia, cada momento mais e a todo o instante com pessoas que nos passam conhecimentos de vida .

Anónimo

Wilques acho este conteúdo essencial e acho que refere alguns dos items mais importantes da nossa nobre profissão.

Nalberto Vedovotto

Quero cumprimentá-lo pela excelência de sua apresentação. Foi um show de relação interpessoal, fato tão corriqueiro, mas que a grande maioria dos vendedores não colocam em prática no dia-a-dia. Português correto, demonstração de domínio de técnicas de oratória (principalmente quando inteligentemente encerrou sua fala com o resumo) e, sobretudo, altamente profissional – usou todo o tempo de maneira eficaz e eficiente. Quando estiver no Brasil ministrando palestras nos avise para que possamos ter o privilégio de ouvi-lo pessoalmente. Muito grato por honrar esse primeiro congresso organizado pelo Daniel.

Leonardo Munhoz

Queria parabenizá-lo pela palestra de hoje, as informações e dicas passadas irão agregar e muito em minha vida profissional e pessoal.

Claudinei Barbosa

Parabéns! Excelente Artigo! Realmente é necessário ter um cuidado extra no que se diz para cada tipo de cliente, creio eu que não é necessário utilizar todas em uma negociação, mas sim ao identificar o perfil de seu cliente utilizar a que for mais propícia para tal perfil.

Rogério D. Medina

Não concordo plenamente com seu artigo. Partindo do princípio que o vendedor conheça de forma plena(como,aliás,é de se esperar) o negócio de seu cliente e possa comprovar a “qualidade” através de ensaios,cases,artigos técnicos,etc,do produto ofertado,e através de números(tais como planilha de custos operacionais,etc..)os “resultados” que podem ser alcançados com sua aquisição,não entendo como inadequado e potencialmente perigoso o uso destas palavras durante a apresentação/negociação do produto.De resto,as outras fazem parte de uma “cosmetologia” (relativo à cosmética) na tentativa de embelezar e dourar a pílula que se quer empurrar goela abaixo no cliente imprevidente! Abçs.

Irene D’Araújo

Sou fã dos seus artigos. Mas este ultrapassou as minhas expectativas! Muito bom material! Muito simples e realista, com dicas muito úteis. Obrigada. Gostei muito!

Anónimo

Gostei das dicas, pena que a grande parte dos nossos donos de restaurantes só vejam o lucro, acho que oferecer não consta do vocabulário deles, no entanto achei nestas dicas uma excelente oportunidade para essas cabeças obtusas poderem ver alguma luz no fundo do túnel onde estão. Bom artigo.

Paulo Ricardo Kollet

Muito bom este artigo. São simples mudanças no seu dia, como abordar o cliente, primeiro ouvir; sentir a necessidade do cliente para depois ”ajudá-lo”, e efetivar a venda. Coisas que com o tempo vão se deixando de lado, mas que sempre é bom lembrar e por em prática novamente. E lembrando que treinamento e cuidados com a imagem são sempre fatores que fazem a diferença. Um abraço!

Liliana Silva

Vi o seu artigo “O que os seus clientes realmente pensam de si” no grupo “vendas e negociação”. Sendo uma gestora comercial, interesso-me por artigos de marketing e vendas e deixe-me dizer-lhe que gostei muito da forma como escreve. De maneira objectiva, directa e com sentido de humor, consegue prender o leitor e passar a mensagem. Também me identifiquei com o seu raciocínio.

Valdir Fabricio

Wilques, parabéns por mais um de seus brilhantes artigos. Realmente é o que acontece diariamente com o pessoal envolvido na área de Compras e Vendas. Muitas empresas as vezes perdem excelentes negócios dependendo da experiência do profissional que atende aos representantes, não dando muitas vezes a devida atenção ao produto oferecido, por “N” motivos. Parabéns!

Edson – Nova Pack

Muito bom o assunto, e isto mesmo, ser bom com o cliente e nunca chega no objetivo final que e finalizar a venda. Parabéns!

Cristina Sousa

Muito bom texto , pois tem uma forma especial de mostrar o verdadeiro objetivo no assunto abordado. Estou adorando ler !!!

João Paulo Alexandre

Parabéns pelo redesenho do seu website. No entanto, gosto de como pede pelos dados do visitante, o que é uma boa estratégia para o longo prazo. Boas vendas 🙂

Fernando Pinheiro

O mais importante é a busca constante do aprimoramento profissional. Ser vendedor não é nada fácil, mas o que se busca no mercado atual é a excelência na área de atuação, ser um consultor de verdade e levar aos possíveis clientes: soluções e valores a respeito do produto ou serviço a ser ofertado. O Venda Melhor é um excelente site para obter informação.

Fernando Alves

Continue com o bom trabalho!

Eloi Firmino de Almeida

Trabalho na área de vendas e este material só tem a enriquecer.

Rafael Barros

Excelente artigo. Como sempre escutei: “no fechamento, quem fala primeiro perde”.

António P. Quinteros A.

Muito bom Wilques , dados estatísticos falam por sim só.

Claudemir Bueno

Excelente artigo.

Carlos Warde

Muito Bom. Tudo o que é de Venda e importante. Muitos Parabéns.

Ezio Odorissio Junior

Perfeito seu texto Wilques, claro e objetivo. Parabéns.

Nilson Seguros Oliveira

Muito bom lembrar isto. As vezes queremos ser bonzinhos e esquecemos de ser profissionais. O negócio deve ser bom para os dois, quem vende e quem compra. Parabéns.

V.O.V. Volkart

Grande Professor Wilkes. Excelente, li e é um tema de reflexo. Parabéns!!

Airton

Esta técnica é muito interessante e funciona muito bem não apenas em vendas mas na comunicação como um todo. Pena que, ao meu ver é tão pouco difundida e conhecida. Boa lembrança. Eu me utilizo muito da mesma.

Valter Fontes

Wilques, foi quem me ajudou a chegar onde cheguei. Excelente e pouco aplicado. Tem a ver com o próprio conceito de organização e planejamento. Falando em planejamento, podemos também destacar o Diagrama Ishikawa. Sou muito fã do Sr Kaoru Ishikawa. Ajudou a transformar o Japão no que é hoje. Nossos gestores não estão sendo preparados para isto. Bom, pelo menos, faço minha parte.

Tassia Aguiar

muito interessante!! vale a pena pensar sim!!

Everson Silva

Os princípios são simples, mas elementares e fundamentais ao processo de vendas. Ocorre que na ilusão do “Isso eu tiro de letra” que o cotidianos nos proporciona, passamos a ignorar algumas etapas e como resultado temos queda nas vendas. GOSTEI muito do artigo.

J.B MAXX João Batista Corrêa

Prezado Wilques, obrigado pela excelente matéria. Tenho conhecimento que ainda falta uma letra; N, de descoberta da Necessidade do cliente. Portanto a técnica fica assim; A-I-N-D-A-S. Abraços.

Claudemir Bueno

Concordo com meu amigo Wilques. Primeiro se planta para depois colher. Se souber fazer um plantio de qualidade com certeza colherá bons frutos. E na venda não é diferente, as vezes consegue acertar boas vendas de “prima” com dizem alguns ditos popular no meio mas depende muito do seguimento, caso contrário precisa plantar e muito mas o resultado vem e quando vem compensa todo esforço.
Boas Vendas….

Angerino Silva

Muito legal o artigo. Por mais que nos, profissionais de vendas, estejamos atentos a esses deslizes, por vezes nos vemos tão confiantes no momento da negociacão que acabamos por comete-los, mesmo que involuntariamte. Vale a dica.

Leila Ferreira Santos

Muito bom! Veio no momento certo, passei para minha equipe! Obrigada!

V.O.V. Volkart

Ótimo post, sem duvida. vindo do sr. não poderia esperar melhor.

Leo Oliveira

Muito bom o artigo, de fato em muitas contratações acreditamos que por si só o vendedor vai entrar e acertar de primeira, gostei muito da questão do CRM no artigo, falamos muito sobre isso, mas acabo percebendo que sei pouco então vou me aprofundar no assunto.

Charles Wendel Barroso Oliveira

Não obstante seja ficcional este artigo mostra a realidade de grande parte dos desafios e anseios de nós vendedores! Suas colocações foram extremamente válidas! Seu texto mostra as grandes angústias/dramas/anseios da nossa profissão que são fatores difíceis de serem resolvidos pois algumas empresas encaram vendedores como as “vending machines” da coca-cola onde se coloca uma moeda de $1,0 Dólar e sai um refrigerante prontinho. Sabemos que o processo de prospecção, conquista e retenção de um cliente é um processo árduo pois nele estão inseridos várias variáveis (preço, condições de pagamento, tempo de entrega, qualidade do produto, assistência técnica, etc..) além da variável mais cruel – A Concorrência – que nem sempre é leal!

Roseana Franco

Há cerca de 1 ano acompanho o blog e depois o site. Ele tem feito parte da minha vida que desde de 2009 mudei de lado da mesa e passei a vender.
Até final de 2008 era produtora gráfica num grande escritório de branding & design aqui do Brasil. Uma das tarefas da rotina de um produtor gráfico, é comprar.
Nunca fiz cursos de compras, mas sempre que pude tentei profissionalizar os departamentos de produção nas empresas que passei, e tinha como base fundamental do meu trabalho a ética. Ética é um ponto crítico e com muita coisa para se falar, mas em outro dia.
Hoje estou escrevendo pq, tal como tentei fazer na produção, quero fazer na venda, profissionalizar. Nem que seja apenas me profissionalizar, meu objetivo é aprender e fazer melhor a cada dia. E com isso, lembro bem de um post que você falava; “quer aprender a vender? Então vá a luta, vá para a rua e aprenda na prática.” Não lembro suas palavras com exatidão, a essência é essa e tem me ajudado bastante, além de ser a mais pura verdade. Enquanto estive no escritório tentando atender a todos os cientes, pura e simplesmente, não consegui olhar para o meu negócio e perceber se estava certo ou errado, se estava no caminho ou não. Agora consigo perceber que parte das minhas representadas não me levam a lugar algum
.

Hernandes

Estou iniciando como vendedor, achei de grande importância suas dicas. Na abordagem vou deixar o cliente falar um pouco mais, para descobrir suas necessidade.

Lucas Reris

Show de bola essas suas dicas. Dessa forma nos sentimos mais motivados e apaixonados por vendas, evita muito mais rejeições. Parabéns!!!

Paula Alves

 O meu nome é Paula Alves e, entre outras funções, sou formadora. Actualmente, encontro-me a trabalhar com um grupo de comerciantes, onde estamos a reflectir em conjunto sobre o tema Atendimento e Vendas.
Tendo «tropeçado» no seu blog, pelo qual o felicito desde já, encontrei alguns textos muito interessantes e que me parece que seriam uma excelente base de discussão para análise em grupo. Deste modo, gostaria de pedir a sua autorização para utilizá-los neste contexto de formação. Parabéns pela sua escrita e projecto.

Lilika

essas dicas vão me fazer chegar ao sucesso…
sou vendedora e gostei muito das dicas posi quero me tornar uma grande vendedora de sucesso….

Neide Martinho

Leio sempre com interesse o que escreve e as dicas que dá para vendedores, só tenho pena que se refira sempre a ELES e nunca a ELAS, nós também andamos no mercado e somos profissionais. Sou angariadora imobiliária e interesso-me muito por tudo que diga respeito à área de vendas e que principalmente acrescente valor. Obrigada por partilhar as suas “sabedorias”.

HBR

Excelente artigo.
Atitudes simples que temos diariamente com quem conhecemos e que podemos partilhar com “desconhecidos” por forma a quebrarmos barreiras. Obrigado pelas dicas.

Nuno Fradique Vieira

Parabéns pela tua entrevista!!!
Gostei especialmente de duas coisas: de quando contas que andaste um ano e meio a “plantar cartões”, acreditando que um dia isso daria frutos; e de quando referes a importância da honestidade e de assumir os erros (ou, no meu caso, as limitações do produto).
Tenho andado a fazer isso mesmo, por iniciativa própria. Fico feliz em encontrar alguém que pensa como eu, fez isso, e teve sucesso. Pode ser que me aconteça o mesmo!…

Paula Teixeira

Parabéns pelo artigo.
Ninguém serve o poder, quando se serve dele.
Quem manda com verdadeiro poder, respeita a vontade e a inteligência de quem obedece. O líder eficaz, tem de servir com sentido de responsabilidade, com espírito de equipa, deseja construir o seu sucesso, mas também, contribuir para influenciar e motivar o sucesso dos outros.
A autoridade é o direito de tomar decisões, enquanto o poder é a capacidade de influenciar outrem. A autoridade e o poder são ambos meios de influência de comportamentos, de atitudes e de sentimentos, que condicionam a mentalidade duma sociedade. Líderes eficientes, não ambicionam o poder, pelo simples poder, mas pelo que este lhes permite construir, conscientes de que não controlam o mundo. Não são inflexiveis, nem incapazes de mudar. Mas lideres, dominados pelo ego podem ser perigosos, são incapazes de reconhecer uma oportunidade ou uma ameaça, de receber um conselho ou respeitar opiniões divergentes, normalmente desenvolvem percepções distorcidas da realidade.

Fabiana Cavalcanti

Olá! Estava eu aqui me perguntando o que fazer para melhorar minhas vendas, pensando se eu mesma estou sendo responsável por essa falta de clientes em minha loja pois comecei a pouco tempo ,mas sempre tive muita força de vontade,então pesquisei no google o que fazer para melhorar as vendas e abri este site com este conteúdo maravilhoso, gostaria de te agradecer e dizer q sempre que houver duvidas irei abrir este site para ler e absorver o que você tem para oferecer, sou uma pessoa simples que não teve muito estudo vivo da pratica pois para estar onde estou primeiro passei um longo processo , acredito que com fé e força de vontade vou vencer…. obrigada.

Testemunhos Anónimos

Dentro do conteúdo muito, muito legal, maneiro, simpático e agradável de se ler, um ponto chamou mais minha atenção: “sinceridade”
Interessante é observar que um detalhe determina a credibilidade do relato. Isso é atendimento! É tão fácil ser um vencedor.
…….
Realmente, me vi em alguns desses pontos e sei que preciso melhorar muito pra atingir a eficiência no meu trabalho.

Minha maior dificuldade na área de vendas (sou novo nessa atividade) é a insegurança e falta de prática, mas tenho perdido bastante tempo com assuntos que não fazem parte do meu trabalho.
…….
Olá Willques, parabéns pelo seu blog, é muito bom. Já havia passado por ele há alguns dias, mas hoje resolvi acessá-lo para um pedido especial, se possível, claro: que você postasse algumas dicas para o ramo de compra de ouro. Trabalho em uma dessas lojas e tenho me deparado com alguma dificuldade em trabalhar a venda (no caso a compra)com os clientes. Que argumentos usar para aumentar as compras?
Muito obrigada desde já.
…….
O tema é bom. Habilidades como negociar, comunicar e liderar pessoas no sentido de mobilizar, ficaram de fora. As “coisas” apontadas são pertinentes, mas algumas poderiam ter sido consolidadas, como Gratidão e Saber Retribuir. O maior mérito é realmente a ênfase em diferenciar amadores e profissionais, apontando que o sucesso não acontece por acaso, ele é fruto de esforço, atitude e iniciativas.

Parabéns pela iniciativa em colocar o tema em discussão.
…….
Passando para ver os novos posts do seu blog, e desejar a você um ótimo restinho de semana.
Estou adorando as informações que postas aqui.

……
Adorei as matérias … São muito boas e de grande valia!!!

Luciana Gomes

Muito interessante o artigo, realmente as dicas são super valiosas! Parabéns!
Como havia mencionado, incluí seu site na minha relação de links parceiros!
Forte abraço!

Bruna Amaral

Dei uma olhada em alguns tópicos do seu blog e adorei as dicas! Estou entrando nesse mundo das vendas e por isso pretendo me “inteirar” melhor sobre o assunto.

Renildo Albino

Concordo contigo em vários pontos…como vendedor eu leio bastante o teu blog e observo muitas coisas no meu ambiente de trabalho…sucesso

Samuel Ribeiro

Estou acompanhando seu blog há alguns meses e tenho que parabenizá-lo, pela qualidade nos assuntos abordados.
Esse último tópico também me chamou muito a atenção, já que trata-se de uma realidade que convive com a esmagadora maioria, o que é uma pena, mas que pode ser revertido com o tempo e experiência. Abração e sucesso!!!

Roberta

Realmente sua matéria está com dicas excelentes. Um grande problema que enfrento é com o Dep. de Marketing. Eles não tem muita ideia Comercial e não permitem o envio de e-mail como achamos que vai dar resultado. Quem dera todos pensassem assim como você. As vendas iriam decolar!!!!!!

Miguel Sobral

Mais um excelente artigo de opinião. Mais uma vez, posso concordar, se analisar o conteúdo dentro de um qualquer negócio que possa desconhecer. Na área onde trabalho, e lamentavelmente por culpa dos diferentes players, o que maioritariamente acontece é a troca de dinheiro por dinheiro. O cliente quer saber quanto custa. Ponto. Aliás, em mais de 80% dos casos, não existe negociação. Se, fruto do trabalho de prospecção/acompanhamento/fidelização, o cliente nos contactar a solicitar uma proposta, já é genial. Não há, efectivamente, a percepção clara, e estabelecida à priori, do valor acrescentado “libertado” comparativamente a generalidade das outras empresas concorrentes. Naturalmente, existe a minoria onde, a conseguir-se penetrar (pelo mesmo preço ou mais baixo do que os outros) e mantendo um nível de serviço apreciável, conseguir-se-á, certamente, ganhar vantagem para futuros pedidos (vendas).

José Moreira

Excelente artigo “onde está tudo dito” sobre o vendedor dos dias de hoje.

Adilson Brito

Li seus artigos, ate seguir o exemplo de como vender mais, o qual deu certo, o senhor esta de parabéns pelo seu profissionalismo, trabalho com vendas de matéria-prima, aumentei minhas vendas em 10%.

Manuel

Parabéns, mais um artigo que li com atenção, bem poderei dizer que volto a reler os artigos, alguns para mim são uma forma de reciclagem outros até de nova aprendizagem, aconselho a todos a ler. Agradeço por disponibilizarem artigos tão bons.

Agência Power

Sou da cidade de Sorocaba-SP (Brasil) e achei muito interessante e útil a postagem dos senhores. Utilizei esses conhecimentos em um treinamento da minha equipe de venda. Parabéns e Sucesso. ótimo post, sem duvida. vindo do sr. não poderia esperar melhor.

No tags for this post.