7 dicas para uma reunião de vendas de sucesso

7 dicas para uma reunião de vendas de sucesso

Eu sei que muito se escreveu (eu mesmo já escrevi) sobre os erros a evitar quando está sentado a frente de um potencial cliente, mas nem sempre é possível obter boas dicas sobre como lidar com um potencial cliente e conseguir obter o resultado pretendido. Portanto, é importante agir com entusiasmo e com a atitude certa para optimizar as suas hipóteses de obter sucesso.

É a sua estratégia, estúpido!

É a sua estratégia, estúpido!

Começo por questionar o seguinte: quantos emails “frios” recebe todos os dias? Dezenas, centenas ou em alguns casos milhares.
Todos oferecem descontos, promoções, ofertas miraculosas e prémios se comprar. Quantos destes é que abre e realmente reage ao impulso? Zero? Um? Dois? Vai procurar onde cancelar o envio ou simplesmente marca como SPAM para nunca mais tenha a caixa de entrada do email abarrotada de lixo?

Quem não se comunica, se trumbica!

Quem não se comunica, se trumbica!

Quem não se comunica, se trumbica!
Alguns podem se lembrar, mas poucos tiveram o privilégio de o ver trabalhar. Nos anos 70 houve um personagem na televisão brasileira, chamado “Chacrinha”, que entre tantos feitos, tinha frases que ficaram eternizadas no léxico brasileiro. Uma destas frases, é justamente o título deste artigo.
Não se preocupe. Não irei escrever nada relacionado com o personagem, mas sim sobre a importância da comunicação para quem tem o seu próprio negócio e como esta comunicação influencia a tomada de decisão do comprador.

Os 7 pecados mortais nas vendas

Os 7 pecados mortais nas vendas

Os 7 pecados mortais nas vendas
Todos conhecem os 7 pecados mortais: Soberba, Avareza, Luxúria, Inveja, Gula, Ira e Preguiça. Os conceitos incorporados no que se conhece hoje como os sete pecados mortais tratam de uma classificação de condições humanas conhecidas atualmente como vícios, que precedem o surgimento do cristianismo, mas que foram usadas mais tarde pelo catolicismo com o intuito de educar os seguidores, de forma a compreender e controlar os instintos básicos do ser humano e assim se aproximar de Deus.

Argumentos para combater objecções

Argumentos para combater objecções

Argumentos para combater objecções
Todos que trabalham com vendas conhecem o que é uma objecção. Todos que tentam vender alguma coisa a alguém conhecem o poder destruidor do “NÃO”. Sempre que liga para um potencial cliente, principalmente quando faz uma chamada fria, sabe o quão desmotivante são as frases “Não estamos interessados” ou “já temos um fornecedor deste produto” ou ainda “agora não é o melhor momento”.

Descontos, suicídio ou morte acidental?

Descontos, suicídio ou morte acidental?

Descontos, suicídio ou morte acidental?
É verdade que o consumismo nunca foi tão exagerado e assoberbado como agora. É possível, com um clique, comprar uma roupa até mesmo um carro e, para chamar a atenção de potenciais clientes, a primeira palavra que aparece é “DESCONTO”. Invariavelmente é impossível não dar uma “olhadinha” pois quem sabe se não é uma pechincha? Mas será que o desconto é mesmo real? Já vamos falar mais sobre isso.