15 dicas poderosas para o sucesso

Um dos grandes problemas para quem está a iniciar o seu negócio e ter (ou pelo menos acreditar) certeza que o negócio vai crescer e ter . Se o seu negócio passou (ou está a passar) por um crise de arranque ou de crescimento, então conhece (na primeira pessoa) os desafios que são apresentados às pequenas empresas.

É quando as vendas caem drasticamente, a concorrência o trata de forma impiedosa e o fluxo de caixa é (quase) inexistente, que, como empresário, deve estar pronto para lidar com estas adversidades.

Por isso apresento uma lista de ações que vão ajudar a evitar um desastre no seu negócio quando o mercado não o reconhece como a primeira opção.

1 – Desenvolva um plano estratégico detalhado

Este plano deve estar dividido em três partes. Na primeira parte detalhe todos os custos que a sua empresa tem de cumprir para ter uma noção clara dos custos que todos os meses devem ser assumidos. Na segunda parte deverá constar todos os potenciais negócios e parceiros que poderão, de alguma forma, contribuir para o crescimento do seu negócio, por fim, na terceira parte liste os seus a 6, 12 e 24 meses e quais as ações (e datas) que serão necessárias para atingir cada um destes .

2 – tenha uma política de preços agressiva

Com base no seu plano estratégico, será necessário definir uma politica de preços muito agressiva, sem comprometer os seus custos. É importante saber que, quando não se é a primeira escolha, o preço conta mais do que a qualidade percebida pelo cliente.

3 – Diversifique a sua base de clientes

É muito confortável ficar a “sombra da bananeira” do cliente mais rentável, porém tenha consciência que se acontecer alguma coisa, poderá ter sérios problemas quando ele decidir “ir embora”. Ter uma carteira de clientes diversificada permitirá equilibrar a entrada de dinheiro na empresa e garantir a continuidade do negócio.

4 – Não se esqueça do marketing

Existem formas muito simples, e de baixo investimento, para divulgar a sua empresa e a solução que pretende oferecer ao mercado. Descurar este ponto é o mesmo que ter um Ferrari e ficar parado na garagem por não ter estradas para o conduzir.

5 – Mesmo na recessão continua a existir necessidade

Independentemente do grau de recessão que possa estar a enfrentar no seu negócio, acredite que existem, e existirá sempre, pessoas ou empresas que vão necessitar das soluções que vende. não desista de procurar estas pessoas ou empresas que necessitam da sua solução.

6 – Negoceie contratos de longo termo

Uma excelente forma de assegurar a entrada regular de dinheiro na sua empresa é fechar contratos de longo termo (3, 5 ou 10 anos). São poucas as empresas que aceitam contratos com este espaço temporal, mas é sempre possível apresentar a proposta. Nunca aceite um contrato menor que 1 ano.

7 – Crie soluções customizadas

Quando a sua solução serve da mesma forma vários clientes, há uma forte hipótese de não ser possível cobrar mais caro por ela. Veja como funcionam os alfaiates, eles trabalham de forma exclusiva para cada cliente. Não existem dois clientes iguais e por isso não criam a mesma roupa para dois clientes diferentes. Há sempre algo que pode ser customizado a medida de cada um dos clientes. Procure conhecer o que os seus clientes querem e quanto estão dispostos a pagar por esta exclusividade.

8 – Não perca a esperança

A caminhada não é como beber Red Bull e ter uma dose elevada de adrenalina. A caminhada para o sucesso é feita com base no número de vezes que se levantar e não no número de vezes que cair. O primeiro deve ser sempre superior ao segundo.

Siga-me pelologo_b

9 – Tudo deve ser medido e controlado

Tudo o que acontece na sua empresa deve ser medido e controlado. Para almejar um rácio de vendas de 40%, é preciso estar efectivamente no mercado a apresentar propostas suficientes para atingir o patamar de vendas definido. Quanto maior o número de propostas na rua, maior é a probabilidade de atingimento do patamar definido.

10 – Foco e controle do seu tempo

Já escrevi muito sobre o controle do tempo despendido na gestão da sua empresa. Como diz o princípio de Pareto, 80% do resultado depende de 20% do seu esforço. Nunca o contrário.

11 – Tenha uma equipa forte

Uma equipa forte pode resultar em resultados expressivos. Se trabalhar sozinho, invista na sua formação ou contrate um Coach para melhorar, ainda mais, o que há de melhor em si. Se tem uma equipa, invista na qualificação deles para conseguir os resultados desejados.

Um dos grandes problemas para quem está a iniciar o seu negócio e ter (ou pelo menos acreditar) certeza que o negócio vai crescer e ter sucesso. Se o seu negócio passou (ou está a passar) por um crise de arranque ou de crescimento, então conhece (na primeira pessoa) os desafios que são apresentados às pequenas empresas. 
É quando as vendas caem drasticamente, a concorrência o trata de forma impiedosa e o fluxo de caixa é (quase) inexistente, que, como empresário, deve estar pronto para lidar com estas adversidades.
CLIQUE AQUI PARA SE CANDIDATAR A UMA DAS VAGAS

12 – Não abandone os seus clientes

Crie um plano regular de visita aos seus clientes. Não se lembre dos seus clientes somente quando as coisas estão complicadas ou precisa de novos negócios. Mantenha-os informados sobre novos serviços, novas funcionalidades na sua solução ou mesmo novos produtos que possam evitar problemas futuros.

13 – Seja frugal

A frugalidade consiste na qualidade de ser poupado, económico, prudente e cuidadoso no uso dos recursos e nos consumos, como alimentos, tempo, dinheiro, evitar desperdício, esbanjamento ou extravagância.

14 – Pense em abrir a sociedade a investidores

Considere a entrada de potenciais investidores para melhorar o seu negócio. Por exemplo, existem linhas de crédito nos bancos com taxas de juros muito atrativas, às vezes, ter dívidas ao banco pode ser melhor do que não ter dívidas nem dinheiro para investir no crescimento do seu negócio.

15 – Controle os prazos de pagamentos

Negoceie com os seus clientes prazos de pagamentos mais curtos e com os fornecedores prazos mais longos. Receber a 30 dias dos clientes e pagar a 60 dias aos fornecedores é uma excelente forma de ter um fluxo de caixa sempre com dinheiro para despesas inesperadas.

Conclusão final

Se depois de ler este artigo quer conhecer como o pode agir de forma positiva na sua vida e na sua empresa, o primeiro passo e clicar no link para ter a sua Sessão Experimental de Coaching.

Muito obrigado por ler o meu artigo.

Pense nisso!

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterGoogleLinked InFacebookTwitter
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNão
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Nome: email:
Se pudesse fazer-me uma pergunta, qual seria?
Clique em ->
15 dicas poderosas para o sucesso
Tagged on:                             

Coach Wilques Erlacher

ACC Coach Credenciado pela ICF. Especializado em Coach de Desenvolvimento & Metafórico e Presidente do Conselho Fiscal da ICF Portugal. Há mais de 20 anos que trabalho em funções relacionadas com Marketing, Vendas Corporativas, Desenvolvimento de Negócios, Gestão de Clientes, Formação, Mentoria e Consultoria em Vendas. O meu lema é: “Coaching não é para quem precisa, é para quem quer ser melhor” Os meus contactos são: email: we@wilqueserlacher.com || Skype: w.erlacher || Tel: +351 932 558 558

error: Conteúdo protegido contra cópia!