Aprender com os falhanços

by

Todos nós que trabalhamos não devemos ter medo de falhar. Pelo contrário, devemos saber absorver estas falhas e saber tirar o potencial de aprendizagem e melhorar a nossa performance como pessoa e como profissional.

As falhas sejam individuais ou da organização, mesmo que seja inconveniente em algumas situações, não significa que seja sempre mau. É preciso conhecer e “esmiuçar” todas as razões porque ocorreram as falhas.

É nato em todo o ser humano errar e aprender a não cometer o mesmo erro. Quando criança antes de andar caímos várias vezes até conseguirmos caminhar corretamente. Quando estava na escola chumbei no 5º ano porque escrevia numa caligrafia que os professores de português não entendiam. E ainda poderia continuar com muitos outros exemplos de como as falhas e aprendizagem fazem parte da nossa vida.

Já na nossa vida profissional vimos o processo de falhar como uma coisa muito difícil de ser compreendida, mas na minha opinião é igualmente vital para que possamos ser melhores pessoas e profissionais.

Subescrevo um newsletter que envia todos os dias frases motivacionais para o meu email. No outro dia a frase que recebi dizia: “As pessoas boas são boas porque todos os dias ganham sabedoria através da falha.

Apesar de vermos as organizações num discurso comum dizerem que despendem muitas horas e esforço a analisar os sucessos e os erros quer sejam das suas pessoas, dos negócios ou do mercado, ainda existe um longo caminho para que isso seja realmente uma realidade, pelo menos de forma generalizada.

Todos temos uma aversão psicológica associada a falha humana. Uma das maiores barreiras que não permite os profissionais de adoptar esta aprendizagem é o facto de verem isso como um problema. Criar uma cultura na nossa cabeça onde a falha não é o objectivo, mas vermos isso como um caminho de aprendizagem contínua é uma batalha árdua para muitos.

De acordo com um professor de liderança e gestão na Harvard Business School. Os piores profissionais que existem no mercado são aqueles que acreditam que a perfeição só se atinge com um bom desempenho.

Na minha opinião os que querem tornar-se profissionais de sucesso, devem estar sempre a procura, de forma calculada, das falhas para poder tirar os devidos dividendos – seja ao nível pessoal ou de desenvolvimento profissional.

Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu mais alguma coisa, eu adoraria compartilhar informações mais detalhadas com você e/ou qualquer outra pessoa que você possa pensar que irá beneficiar se conhecer a minha Fórmula que muda a forma de vender.

E é isso. Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a vender mais. Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você e qual a sua avaliação sobre o que leu.

Quer ver o seu comentário na página principal do site, escreva o seu comentário sobre como este artigo lhe ajudou e se identifique com o seu nome e email.
Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->


Eu sou contra o novo acordo ortográfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

A diferença entre o J e o Y

Fevereiro 17, 2013

Como ainda continuo umas merecidas férias aqui em Vitória no Estado do Espírito Santo, tenho…

%d bloggers like this: