7 Dicas para causar uma excelente primeira boa impressão

by

Quando criança, e até mesmo em adolescente, a minha mãe era a última barreira de inspeção que tinha que passar antes de sair de casa. Nesta barreira a sua inspeção final era feita para assegurar que a minha camisa estava bem passada, que as calças estavam limpas, que eu estava penteado, lavado e cheiroso. Ouvia sempre ela me dizer que “filho de Dª Adélia, não faz má-figura à frente dos outros”. Recordo estas palavras, mesmo já tendo passado alguns anos, com muito carinho.

Mesmo hoje em dia, sempre que tenho uma reunião com um cliente ou um evento onde vou ser orador, recorro ao olhar clinico e “profissional” da minha mulher para me ajudar a escolher a melhor camisa que combina com o fato (terno) e com a gravata que escolhi usar. Se algo não combina, ela diz-me logo que não e aceito com todo o gosto a sua opinião. Confio plenamente que, tal como a minha mãe, ela não quer que o seu marido faça má-figura à frente dos outros.

Esta introdução mais longa serve para explicar o quanto é importante causar uma boa primeira impressão nas pessoas quando não as conhecemos. Há uma quantidade brutal de outras coisas que acontecem a seguir, mas o que os nossos olhos retêm, no momento zero, é a forma como a pessoa que está a nossa frente está vestida.

Não me vou alongar mais pois nos pontos abaixo o que vos trago hoje são sete dicas que permitem entender a importância de causar um bom primeira impressão e assim alargar ainda mais a sua cadeia de contactos e ganhar mais negócios.

“No meu Instagram acompanhe a série 500 dias 500 perguntas de Coach. Será capaz de responder a algumas delas?”

Dica nº 1 – Vista-se de acordo com a ocasião e com o tipo de pessoas que poderá encontrar

Como disse anteriormente, a primeira coisa que reparamos é na forma como a pessoa, que está a nossa frente, está vestida. Por isso é importante estar vestido de acordo com o tipo de evento que está a participar. Não vai aparecer de fato e gravata para um evento de surf a beira-mar, como também não vai de calcões e havaianas nos pés num evento de networking empresarial num hotel. Para cada ocasião há uma forma de vestir. Se tem dúvidas sobre o que deverá levar vestido, contacte a organização e procure saber qual será o dress-coding do evento. Isso só demonstra respeito e consideração pelas pessoas que estarão presentes.

Dica nº 2 – Conheça um pouco mais sobre as pessoas que estarão no evento

É normal a organização divulgar a lista de participantes, patrocinadores e keynote speakers do evento que irá participar. Se há alguém que interessa conhecer, deverá explorar este fantástico mundo do “Google” para encontrar mais informação sobre ele para assim poder estar alinhado com a acção indicada na dica nº 6.

Siga-me pelologo_b

Dica nº 3 – Conheça um pouco mais sobre a empresa das pessoas que quer conhecer

Ok, na dica anterior pesquisou sobre as pessoas, mas agora é importante conhecer o que elas fazem e para quem. O detalhe de conhecer a empresa e a relação que ela tem com outras empresas do mercado, pode ser um excelente ponto de partida para a acção indicada na dica nº 6.

Dica nº 4 – Encontre pontos em comum que permita quebrar o gelo inicial e criar empatia

Já conhece um pouco mais da pessoa e da empresa que ela trabalha. Por que não tentar descobrir alguma ligação de negócio entre a sua empresa, a de um familiar ou mesmo de um amigo com a empresa da pessoa com quem pretende falar? Isso vai permitir quebrar o gelo e é sempre um ponto de partida para a acção na dica nº 6.

Dica nº 5 – Tenha um objectivo definido para estabelecer o contacto e esclareça isso logo na conversa de aproximação

Não se investe tanto tempo a pesquisar as pessoas, as empresas e o tipo de relação que estas podem ter consigo ou com alguém que conhece para simplesmente ficar “bonito no filme”. Se está num processo de charme e de encantamento só para dizer que sim? Esqueça. Num evento onde o seu foco é conhecer pessoas que possam de alguma forma ajudá-lo a vender mais ou a angariar novos clientes, é muito importante que tenha um objectivo definido para a sua estratégia de contacto e no momento certo, deve explicar isso ao seu interlocutor. Ele, de certeza, verá isso como respeitoso, e desde que siga a indicação da dica nº6 ele não terá problema nenhum em ser sincero consigo e responder se pode ou não ajudar a concretizar o seu pedido.

Dica nº 6 – Demonstre o seu conhecimento, mas não seja arrogante e pretensioso

Finalmente chegamos a famosa dica nº 6. O que partilho é que da mesma forma que quer conhecer um pouco mais do seu interlocutor, ele também quer conhecer um pouco mais de si. Se tem dois ouvidos e uma boca, ouça o dobro do que fala. Para iniciar uma boa conversa, a minha sugestão é que depois do cumprimento inicial, tenha uma pergunta aberta que permita a pessoa a sua frente falar sobre ela. A seguir a isso, deverá ter novas perguntas para conseguir saber exactamente aquilo que quer e que cumpre a dica nº 5. Quando falar de si, tenha tento na língua para não desatar com um discurso verborreico e fútil, onde o seu interlocutor ao fim de 5 minutos pede licença pois tem que falar com outra pessoa que ele acabou de ver e lhe vira as costas.

Dica nº 7 – Chegue atempadamente, seja cortês, positivo e disponível

O pior que pode fazer é chegar atrasado a um evento e perder aquele precioso momento inicial onde pode conhecer imensas pessoas antes de avançar para o evento. Cuidado muito importante a ter: é imprescindível que não vá para o evento para falar dos seus problemas. As pessoas não querem ouvir ou saber da sua vida pessoal. Uma atitude positiva, cordial e disponível para conversar é tudo o que todos ali querem encontrar. Também é errado ficar num canto a observar e não interagir com as pessoas. Agir assim é desperdiçar um momento tão próprio para conhecer pessoas por causa da timidez. Aja em conformidade com todos a sua volta e o resultado será conhecer novos potenciais clientes, parceiros ou fornecedores.

Conclusão final

Todas estas dicas abordadas neste artigo são fruto da minha relação como Coach com os meus clientes que me ajudaram, ao longo destes anos, a identificar cada uma delas bem como a melhor forma de conseguir realizar mudanças positivas nas suas vidas.

Coaching: It’s all about Execution!

Se com este artigo ficou um pouco mais conhecedor sobre como o Coaching pode ser útil no seu crescimento, então termino com uma pergunta: Há alguma coisa que quer mudar na sua vida ou na sua profissão?

Tenho uma SESSÃO GRATUITA DE COACHING para lhe oferece e assim ficar a conhecer um pouco mais sobre o meu trabalho.

Muito obrigado por ler o meu artigo.

Conheça a Fórmula que muda a forma de ser.

Pense nisso!

 

 

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->

 

Estes são os meus princípios. Se não vos agrada, tenho outros. (Groucho Marx) Faço vida…

Desejos para 2009

Janeiro 4, 2009

O ano de 2008 já lá vai. Chegamos então a aquela altura do ano onde…

%d bloggers like this: