atitude

Esta semana recebi um artigo numa das centenas de newsletter que assino por este mundo “internetiano” a fora, que me impressionou muito e que, depois de ler, descobri que sofro da mesma síndrome que o autor do artigo.

Realmente acredito que depois de ler vários artigos sobre o que um vendedor deve fazer para atingir o sucesso, verifico que o que efetivamente existe em todos eles é que são “animais” de hábitos.

Sofrem na sua generalidade de uma síndrome de H.A.D. e como poderá verificar mais abaixo, não é nenhuma doença maligna que irá morrer por ter escolhido esta profissão. A síndrome de H.A.D. é no fundo um conjunto de características que todos os vendedores devem desenvolver durante toda a sua carreira profissional.

Afinal o que significa H.A.D.?

Separemos cada uma das letras para que compreenda melhor cada uma delas e como elas atuam na nossa vida.

H = Hábito

A =

D = Disciplina

Quando olhamos para estas três áreas vimos que afinal não estamos a falar de nenhuma doença mortal, simplesmente estamos, como sempre, a falar de coisas simples que, quando aplicadas corretamente, fazem toda a diferença na nossa carreira profissional.

Se consultarem antigos artigos que escrevi verão que tudo o que gira a volta da profissão de vendedor é sem dúvida ter uma série de Hábitos que melhoram a nossa Atitude a partir do momento que tenhamos e mantenhamos uma Disciplina constante.

Quer descobrir se também sofre da síndrome de H.A.D.? Então eis os principais sintomas de quem sofre desta síndrome:

1 – Foque em ser “intensivamente curioso” – Seja o primeiro a admitir que tem falhas, dúvidas e que comete erros. Nunca encare os problemas de forma genérica, eles nunca são genéricos. Compreenda todos os detalhes do seu produto, do seu serviço e do mercado onde atua. Depois disso, faça o seu trabalho de casa para validar e ter consciência de como poderá melhorar, ainda mais, a vida dos seus potenciais clientes. Sonhe em grande, pense em grande, desafie a normalidade. Seja intensivamente curioso sobre todas as pessoas que lhe circundam, descubra como cada uma delas lhe pode ser útil e dê a conhecer que também pode ser útil a elas. Este questionar de tudo e todos é que fazem os grandes líderes e empresários conseguirem descobrir oportunidades de negócios, que que os ajuda a conhecer com quem trabalham e como fazer que trabalharem mais e melhor para o bem comum da empresa. Seja um estudante da natureza humana. Todos os grandes líderes não são, necessariamente, os Einstein na empresa, mas todos tem uma coisa em comum: “São os melhores estudantes”.

2 – Tenha uma confiança de aço – Compreender o futuro é feito através do conhecimento que temos do passado e do nossa maneira de lidar quando falhamos. Se quer ser visto como um vendedor que age “Fora da Caixa”, então seja a pessoa que assume os desafios e aceita os erros, pois tira sempre algum ensinamento deles. Os vendedores fracos e medíocres estão sempre a apresentar desculpas imbecis pelos erros que cometem. Uma confiança de aço é uma qualidade admirável em todos os vendedores, principalmente quando sentimos que está confiança está “escrita” no seu ADN.

3 – Tenha um espírito de equipa – Seja o “José Mourinho do mundo dos negócios. Todos os jogadores que foram treinados por ele reconhecem que ele é um elemento da equipa que ajuda a construir e vencer os desafios. Todos os grandes vendedores são parte da equipa e não uma estrela cadente isolada. Eles entendem como a equipa trabalha e está envolvido em todos os processos. Um grande vendedor sabe gerir com eficiência todos os seus clientes e potenciais clientes. Um grande vendedor sabe partilhar com toda a equipa as suas ideias, técnicas e dicas para melhorarem, pois sabe que mesmo que alguém o imite, ele será sempre o original. Faz com que os colegas cresçam e aprendam com os melhores.

4 – Tenha objectivos – ser conciso, não circunde o problema, enfrente-o, todos os objectivos têm de ser simples, mesuráveis a tangíveis. Simples de pensar e cumprir, certo?

5 – Seja destemido – sente-se bem quando faz as coisas difíceis que mais ninguém quer fazer? É um daqueles vendedores que quando todos estão perdidos sabe qual o melhor caminho para sair da situação? O facto de poder ser o motor de mudança dentro da organização deixa-o alegre e com vontade de atuar assim todos os dias? Em outras palavras, é destemido?

Um conselho final, o facto de atuar das formas acima indicadas não o vai transformar num super-vendedor de um momento para o outro. Para que isso aconteça, é preciso que tenha em mente que o artigo diz respeito a pessoas que sofram de síndrome de H.A.D. Serão a soma destes três itens que juntamente com as quatro dicas farão de si um excelente profissional de vendas.

Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu mais alguma coisa, eu adoraria compartilhar informações mais detalhadas com você e/ou qualquer outra pessoa que você possa pensar que irá beneficiar se conhecer a minha Fórmula que muda a forma de vender.

E é isso. Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a vender mais. Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você e qual a sua avaliação sobre o que leu.

Quer ver o seu comentário na página principal do site, escreva o seu comentário sobre como este artigo lhe ajudou e se identifique com o seu nome e email.
Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterGoogleLinked InFacebookTwitter
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNão
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Nome: email:
Se pudesse fazer-me uma pergunta, qual seria?
Clique em ->

Eu sou contra o novo acordo ortográfico.

Eu sofro da síndrome de H.A.D.
Tagged on:         

Coach Wilques Erlacher

ACC Coach Credenciado pela ICF. Especializado em Coach de Desenvolvimento & Metafórico e Presidente do Conselho Fiscal da ICF Portugal. Há mais de 20 anos que trabalho em funções relacionadas com Marketing, Vendas Corporativas, Desenvolvimento de Negócios, Gestão de Clientes, Formação, Mentoria e Consultoria em Vendas. O meu lema é: “Coaching não é para quem precisa, é para quem quer ser melhor” Os meus contactos são: email: we@wilqueserlacher.com || Skype: w.erlacher || Tel: +351 932 558 558