Quer saber quais são as melhores dicas para 2015?

by

Este é o último artigo que escrevo em 2014. Muito foi escrito, muito foi discutido e muito ainda está por vir. Neste artigo quero que use estas dicas para que o seu ano de 2015 (e todos os outros que estão por vir) seja o melhor possível e que corrija os vários erros com os quais vai reconhecer que cometeu. Por isso, em jeito de “Feliz Ano Novo”, eis as dicas que quero partilhar.

Distinga o planeamento da execução

Primeiramente sente, relaxe a sua mente e comece a fazer os seus planos. Somente depois de ter tudo escrito no papel e com todas as prioridades estabelecidas é que deve mudar o seu estado mental para a execução. Não misturar planeamento com execução é a melhor forma de assegurar que está seguro e confiante na execução do planeado.

Tenha objetivos bem definidos para cada tarefa

Agora que já tem o seu plano para 2015 feito, é preciso que cada atividade do seu plano tenha um objetivo a atingir. Se não existir um objetivo como poderá saber que a tarefa chegou ao fim?

Medir, controlar, voltar a medir e validar tudo

A atividade de controlo sobre as tarefas do plano é fundamental para garantir o quanto está próximo ou não do objetivo. Quando mede, controla e avalia o percurso consegue validar se está no bom caminho ou se precisa alterar alguma coisa. O plano não deve ser estanque e inalterável.

Questione tudo o que faz

A medida que o seu plano vai sendo executado, questione porque está a fazer desta forma. Sempre que se questiona se está a aplicar a melhor técnica ou a melhor forma de executar, aumenta (e da oportunidade de modificar) a sua perceção sobre como resolver um determinado problema.

Dê dois passos atrás para dar 5 para a frente

Se por vezes o caminho que percorrer para a execução de uma tarefa não está a lhe satisfazer ou não está a ter os resultados parciais que deseja, pare, reflita, sente e reveja o plano da tarefa, o meio para a completar e o resultado desejado. Por vezes o caminho entre dois pontos é cheio de curvas e esquinas quando o que queria era que fosse uma reta.

Valide se tem o perfil correto

Uma outra coisa muito importante a ter em conta durante o planeamento é ter a plena consciência que tem o perfil e a capacidade certa para executar a tarefa. Não vale a pena tentar dizer que vai conseguir passar um elefante pelo buraco de uma agulha. Conheça as suas limitações e capacidade de executar as tarefas que estão no seu plano.

Valorize o seu tempo

Não há nada no mundo mais precioso que o seu tempo. Por cada minuto que for desperdiçado, mais difícil e menos tempo lhe resta para conseguir executar o planeado. Por isso no final de cada semana (é melhor que no final do mês) avalie o que correu bem, o que correu menos bem, o que deve ser eliminado e o que deve ser melhorado. Fazer isso é valorizar e reconhecer a importância do seu tempo.

Não misture planos pessoais com profissionais

Tenha listas separadas com tarefas e prioridades específicas para cada um dos planos. Como diz o ditado: “Trabalho é Trabalho, Conhaque é Conhaque”. Quando estiver a executar as tarefas do plano profissional, trabalhe muito e arduamente. Quando estiver a executar as tarefas pessoais, dedique toda a atenção e dedicação na sua execução. Cada um dos planos tem níveis diferentes de responsabilidade.

Aprenda algo novo todos os meses

Dedique um tempo do seu plano para aprender pelo menos uma coisa nova todos os meses. Faça uma lista das coisas que gostava de aprender e atribua a cada uma delas um mês onde irá dedicar uma parte do seu tempo para aprender. Pode ser um novo exercício físico, uma atividade em grupo, aprender uma nova língua ou mesmo conhecer um local novo e a sua história. Há imensas coisas que você gostará de fazer, veja as que podem ser executadas e aja em conformidade.

Pare de querer ser igual a outra pessoa

Cada pessoa é única e não há forma de mudar isso. Desejar ser tão bem sucedido como outra pessoa ajudará a criar os seus objetivos e torna-los ambiciosos e desafiantes. Crie o seu universo e aja nele como se todos girassem a sua volta. Por vezes será o “sol” com várias pessoas ao seu redor e por vezes será a “lua” de alguém. Poderá mudar a sua Atitude, a sua Forma de agir mas nunca a sua personalidade.

Não seja adepto da Procrastinação

O pior que uma pessoa pode fazer a si próprio é procrastinar. Seja uma tarefa, seja o seu trabalho, seja com a sua família e amigos, seja no que quer que seja. AO procrastinar está a atrapalhar a vida das pessoas que dependem de si e a prejudicar a sua capacidade profissional.

Mostre-me a sua mesa e dir-te-ei o profissional que é

A sua mesa de trabalho espelha a sua cabeça. Se tudo na sua mesa é uma confusão de papéis espalhados e sem nenhuma organização, o mesmo se passa na sua cabeça. Não vai conseguir convencer ninguém que é uma pessoa com ideias alinhadas e bem organizadas se o que vimos a sua volta é confusão e mais confusão.

Rodeie-se de pessoas com “boa onda”

Não há empresa no mundo que não tenha aquelas pessoas que considero como “Urubus”. Estão sempre a falar mal de alguém, da empresa, do governo, do país, do colega de trabalho ou do chefe. Estas pessoas adoram levar pessoas para o “buraco negro” que elas possuem. Fuja destas pessoas como o diabo corre da cruz. Identificar estas pessoas é muito fácil e depois quando elas vierem para o seu lado, corra na direção oposta. Procure estar rodeado de pessoas com bom astral e com boas ideias. Estas são mais complicadas de encontrar, mas quando as achar ficará muito agradado em tê-las ao seu lado.

Releia todos os meus artigos publicados

Pode ser um cliché, mas eu tenho vindo a escrever diversas dicas sobre como ter uma melhor atitude na sua forma de ser e viver nas vendas. Por isso a minha dica final de 2014 é reler todos os artigos que publiquei este ano. Aqui tem o índice de todos os artigos publicados.

Se gostou deste artigo e reconhece que a partir desta informação aprendeu mais alguma coisa, eu adoraria compartilhar informações mais detalhadas com você e/ou qualquer outra pessoa que você possa pensar que irá beneficiar se conhecer a minha Fórmula que muda a forma de vender.

E é isso. Para a semana trago um novo tema para um artigo que o vai ajudar a vender mais. Só me resta dizer uma coisa: Muito obrigado, pense nisso e boas vendas.

Agora que leu o artigo, deixe-me saber quem é você qual a sua avaliação sobre o que leu.

Quer ver o seu comentário na página principal do site, escreva o seu comentário sobre como este artigo lhe ajudou e se identifique com o seu nome e email.

Por favor preencha o pequeno questionário abaixo e carregue em enviar.

Complete a frase: VENDER É....
O que captou o seu interesse no Artigo? Titulo do ArtigoPalavra-chavePesquisa Aleatória
Como chegou até ao meu site? NewsletterPesquisa no GoogleOutro site
Como classifica o interesse do Artigo? BaixoSuficienteBomMuito Bom
Sugeria o meu site a algum amigo ou colega? SimNãoProvavelmente
Com que frequência visita o meu site? 1ª visita1 vez/semana1 vez/mêsMuitas vezes
Permita-me saber quem é Nome:
e-mail:
Gostou do Artigo?
O seu feedback é muito importante:
Clique em ->

[email_link]

Este artigo teve como base inspiradora este AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Os Sete Passos da Venda

Setembro 16, 2006

Este é talvez, o artigo mais lido dentro do Venda Melhor. Por isso resolvi fazer…

Liderança é Ter Fé

Março 25, 2012

FÉ. Normalmente é uma palavra que as organizações não apreciam. Pelo menos as que não…

%d bloggers like this: