Os 7 pecados mortais nas vendas

Os 7 pecados mortais nas vendas

Os 7 pecados mortais nas vendas
Todos conhecem os 7 pecados mortais: Soberba, Avareza, Luxúria, Inveja, Gula, Ira e Preguiça. Os conceitos incorporados no que se conhece hoje como os sete pecados mortais tratam de uma classificação de condições humanas conhecidas atualmente como vícios, que precedem o surgimento do cristianismo, mas que foram usadas mais tarde pelo catolicismo com o intuito de educar os seguidores, de forma a compreender e controlar os instintos básicos do ser humano e assim se aproximar de Deus.

Argumentos para combater objecções

Argumentos para combater objecções

Argumentos para combater objecções
Todos que trabalham com vendas conhecem o que é uma objecção. Todos que tentam vender alguma coisa a alguém conhecem o poder destruidor do “NÃO”. Sempre que liga para um potencial cliente, principalmente quando faz uma chamada fria, sabe o quão desmotivante são as frases “Não estamos interessados” ou “já temos um fornecedor deste produto” ou ainda “agora não é o melhor momento”.

Descontos, suicídio ou morte acidental?

Descontos, suicídio ou morte acidental?

Descontos, suicídio ou morte acidental?
É verdade que o consumismo nunca foi tão exagerado e assoberbado como agora. É possível, com um clique, comprar uma roupa até mesmo um carro e, para chamar a atenção de potenciais clientes, a primeira palavra que aparece é “DESCONTO”. Invariavelmente é impossível não dar uma “olhadinha” pois quem sabe se não é uma pechincha? Mas será que o desconto é mesmo real? Já vamos falar mais sobre isso.

As atitudes que contribuem para a morte da sua empresa

As atitudes que contribuem para a morte da sua empresa

As atitudes que contribuem para a morte da sua empresa
Tenho vindo a insistir nos artigos que escrevo sobre a forma como os empresários enfrentam as adversidades no dia a dia da gestão das suas empresas. No entanto, vejo sempre alguns dos meus clientes de Coaching Empresarial cometerem os mesmos erros. Por isso resolvi listar a seguir as atitudes que mais comummente eles trazem para as nossas sessões de coaching.

Negócio sem prospecção não cresce

Negócio sem prospecção não cresce

Imagine o seguinte cenário: tem um jardim com muitas plantas, flores e arvores mas durante 6 meses esquece de regar. Acha que ao fim deste tempo ainda existirá alguma planta viva? Assim é a relação da prospecção de clientes para o seu negócio. Se pensa que tem o melhor produto ou serviço e que isso é suficiente para as pessoas virem a correr comprar pois é a “última bolacha do pacote”, está completamente enganado.